Com gol no fim da prorrogação, Carlos Barbosa bate Corinthians e vai à final

Com gol no fim da prorrogação, Carlos Barbosa bate Corinthians e vai à final

Por Meu Timão

Mesmo jogando em casa, o Carlos Barbosa, que havia vencido por 6 a 1 a partida de ida, precisou de 50 minutos para eliminar o São Caetano/Corinthians/Unip e se classificar à decisão da Liga Futsal. A etapa regulamentar terminou 4 a 3 para o Timão. Já a prorrogação, 1 a 0 para os gaúchos.

O herói foi o fixo Rodrigo, que selou o triunfo faltando 11 segundos para o fim do segundo tempo do tempo extra. O Carlos Barbosa, que buscará o penta nacional, terá pela frente o Santos/Cortiana (do astro Falcão e companhia), que despachou o Florianópolis na outra chave. 

O primeiro duelo da final será na próxima terça-feira, no Rio Grande do Sul. Por ter melhor campanha, o Peixe, debutante na Liga, terá a vantagem de decidir em casa.

O Corinthians, que lutou até o fim bravamente, parou na semi pelo segundo ano consecutivo. Em 2010, o Timão foi superado pelo Copagril/Marechal Rondon (PR).

O jogo - O primeiro tempo nos pampas gaúchos foi digno de uma semifinal da Liga. Sedentas pela vaga na decisão, as equipes criaram uma chance atrás da outra. Os donos da casa, no entanto, foram mais eficientes e inauguraram o placar aos cinco minutos. O experiente Carlinhos bateu forte e venceu o goleiro Leandro di Martini.

O tento não desanimou o Corinthians. Quatro minutos depois, começou o show do ala/pivô Simi. Primeiro, o corintiano girou rápido sobre o adversário e arrematou embaixo do arqueiro Rennan. E, na marca dos 13, cobrou pênalti com força para virar o embate. O 2 a 1 para o Timão persistiu até o fim da etapa inicial.

Nos vinte minutos seguintes, o Alvinegro paulista, do técnico PC de Oliveira, iniciou melhor. Danilo Baron acertou a trave e Rennan interviu bem quando foi acionado. Contudo, quem marcou foi o Carlos Barbosa. O ágil Marcênio tabelou e, com espaço, bateu forte.

Após a igualdade no marcador, a partida ficou travada, mais estudada. O Timão, precisando do resultado positivo para levar à prorrogação, caprichou e voltou a liderar o confronto. Lukaian exerceu bem a função de pivô e só rolou para Danilo Baron completar de bico.

Para correr atrás do prejuízo e evitar a prorrogação, os gaúchos colocaram em prática o goleiro-linha e, restando 22 segundos para o estouro do cronômetro, balançaram as redes, com Leandrinho. Mas, dez segundos depois, Simi fez jus à experiência e freou a comemoração dos anfitriões.

No tempo extra, o Carlos Barbosa foi melhor, teve mais a posse de bola. Essa superioridade resultou na sexta falta coletiva do Corinthians e um tiro livre direto. Rodrigo, porém, parou no goleiro Leandro.

No entanto, quando restava apenas 11 segundos para o estouro do cronômetro, Rodrigo recebeu de costas para o gol e fuzilou de pé esquerdo. Festa na cidade de Carlos Barbosa, que voltará a ser finalista do Nacional. A última vez que isso ocorreu foi em 2009. Na ocasião, os gaúchos ficaram com o título derrubando o poderoso Malwee/Jaraguá.

Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Mais:

  • Renê Júnior, Zé Rafael e Juninho Capixaba: Corinthians de olho em trio do Bahia

    Novo presidente do Bahia é eleito, e Corinthians deve definir ao menos três negociações

    ver detalhes
  • Ronaldo não tem interesse em trabalhar com futebol no Brasil

    Ronaldo admite apoio a Andrés, mas nega vontade de assumir cargo no Corinthians

    ver detalhes
  • Meia pode ser envolvido em troca por jogadores do atual plantel alvinegro

    Segundo jornalista, Corinthians lidera briga com rivais paulistas por meia do Fluminense

    ver detalhes
  • 7 jogadores emprestados que podem voltar ao Corinthians em 2018

    VÍDEO: 7 jogadores emprestados que podem voltar ao Corinthians em 2018

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes