Kleber pede mais três dias para responder proposta do Grêmio

Kleber pede mais três dias para responder proposta do Grêmio

Por Meu Timão

1.7 mil visualizações 0 comentários Comunicar erro

Kleber ainda irá pensar mais sobre a proposta do Grêmio

Kleber ainda irá pensar mais sobre a proposta do Grêmio

Foto: Ari Ferreira

A novela envolvendo a possível ida do atacante Kleber para o Grêmio ainda não acabou e vai demorar pelo menos mais três dias. Foi esse o tempo que o Gladiador pediu na noite do último sábado para responder a proposta do clube.

Após a reunião na última quarta, ele havia pedido de 48 a 72 horas para pensar. O prazo acabou na noite do último sábado e o empresário do jogador, Giuseppe Dioguardi, ligou para o presidente do Tricolor, Paulo Odone, solicitando mais três dias para responder, o que foi aceito pelo clube gaúcho.

Após o jogo contra o Palmeiras, neste domingo, Odone se pronunciou sobre o caso e confirmou que o clube irá aguardar os três dias que o atacante deseja. Os dirigentes do Tricolor seguem confiantes em um acerto.

Na reunião da última quarta, o Grêmio ofereceu cerca de R$ 500 mil mensais ao Gladiador, além de R$ 1 milhão de luvas em cada um dos cinco anos de contrato. Em meio a tudo isso, o Corinthians admitiu que também quer o jogador.

Fonte: Lancenet

Veja Mais:

  • Badauí, do CPM22: 'Sou obrigado a ouvir que sou torcedor de Arena' | #76

    VÍDEO: Badauí, do CPM22: 'Sou obrigado a ouvir que sou torcedor de Arena' | #76

    ver detalhes
  • Marquinhos Gabriel está de saída do Corinthians

    Rumo aos Emirados Árabes, Marquinhos Gabriel pode render R$ 17 milhões ao Corinthians

    ver detalhes
  • Pedrinho treinou com bola normalmente nesta sexta-feira

    Pedrinho treina sem limitações e pode voltar ao Corinthians na escalação deste sábado

    ver detalhes
  • Fagner deu entrevista no CT Joaquim Grava e falou sobre a convocação para seleção canarinha

    Fagner comemora volta à Seleção e evita entrar em dividida com a CBF por ausência no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes