'Clássicos decisivos roubam rivalidade dos Estaduais', diz jornalista

'Clássicos decisivos roubam rivalidade dos Estaduais', diz jornalista

Por Meu Timão

A possibilidade do Atlético-MG rebaixar o Cruzeiro, ou do Flamengo evitar o título do Vasco, por exemplo, deu à última rodada do Campeonato Brasileiro um gostinho de final de campeonato estadual. Medida elogiada pelo editor de esportes do jornal 'O Globo', Toninho Nascimento, convidado desta terça-feira do 'Redação SporTV'.

- Tem aquela teoria de que os estaduais são legais porque o vizinho de porte é do outro clube. Então, rivalidade entre Fluminense e Corinthians não tem a menor graça. É legal esses clássicos no final porque acaba criando essa rivalidade de vizinho de porta. Na verdade, ele rouba do Estadual. Essa rivalidade regional, que é o coração do Estadual, virou uma coisa dentro de um Brasileiro.

O jornanlista citou a manchete do jornal 'Hoje em Dia', chamando o Atlético-MG x Cruzeiro do próximo domingo de 'o jogo do século'. 

- A gente está em 2011. Já houve 11 decisões de Campeonato Mineiro. É engraçado porque o jogo do século é no Campeonato Brasileiro e no rebaixamento. O resto da vida, o cara do Atlético-MG, espero que não aconteça, vai dizer para o cara do Cruzeiro 'eu rebaixei você' - disse Toninho. 

Fonte: Globo Esporte

Veja Mais:

  • Alessandro entrega camisa para Mateus Vital, reforço vindo do Vasco

    Vital é apresentado no Corinthians, vibra com acerto e diz onde prefere aturar

    ver detalhes
  • Tevez recebeu pedido especial após derrota do Boca Juniors

    Em reestreia pelo Boca Juniors, Tevez autografa camisa do Corinthians e ri ao ouvir 'Timão'

    ver detalhes
  • Óscar retornou ao Shanghai Shenhua neste começo de 2018

    Corinthians abriu conversas pela contratação de irmão de Romero; dois fatores inviabilizaram negócio

    ver detalhes
  • Carille comentou treino desta quinta-feira, no CT; domingo tem jogo

    Vital treina pela primeira vez, e Corinthians inicia preparação para enfrentar São Caetano

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes