Adriene Cyrilo inocenta Adriano e assume a culpa

Adriene Cyrilo inocenta Adriano e assume a culpa

Adriene Cyrilo resolveu falar a verdade, nesta quarta-feira, durante a acareação e confirmou que foi ela mesmo que efetuou o disparo que acertou seu dedo. Ela, assim como Adriano e outras testemunhas, participaram de uma acareação e da reconstituição na 16ª DP (Barra da Tijuca).


A estudante, de 20 anos, passou por uma operação que durou cerca de 8 horas, nesta manhã, antes de ficar frente a frente com o atacante do Corinthians. No sábado, os dois, além de um amigo de Adriano e outras duas garotas voltavam de uma balada, quando aconteceu a confusão.

A perícia já havia dito que o tiro tinha sido dado do banco de trás do carro do jogador. Adriano, segundo confirmou, estava no banco do carona.

Na segunda-feira, o delegado Fernando Reis já tinha explicado as consequência para Adriene em caso de falso testemunho.

'Se for provado que é mentira dela, configura-se denúncia caluniosa, o que é sério. Então ela pense duas vezes, porque a pena é de dois a oito anos de prisão', explicou o delegado na oportunidade.

Fonte: Futebol Interior

Veja Mais:

  • Artilheiro do Brasileirão, Jô pode levar novo gancho do STJD

    Jô e Clayson, do Corinthians, voltam a ser julgados no STJD

    ver detalhes
  • Antonio Roque Citadini é candidato da oposição à presidência do Timão

    Em defesa à Arena, Citadini lembra crime fiscal de Andrés: 'Arrebentou com as finanças'

    ver detalhes
  • Pablo foi campeão paulista e brasileiro pelo Corinthians em 2017

    Corinthians volta a negociar com Pablo e pode contratá-lo para 2018, diz portal

    ver detalhes
  • Vasconcelos deve ter contrato estendido com o Timão até o fim de 2019

    Corinthians prepara extensão de contrato a artilheiro da Copinha

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes