Corinthians x Chapecoense

Pela Copa do Brasil, o Corinthians vai vencendo a Chapecoense

Acompanhe ao vivo

Juruna e Mano Sô - Homenagem ao Corinthians

Autor

Juruna e Mano Sô

Letra

O grito que vem da arquibancada é da multidão
Anunciando a chegada do poderoso timão
100 anos de vitorias, de sofrimentos e glórias
A torcida mais fiel e apaixonada da história
Conquistou o mundo inteiro destaque mundial
Lealdade ao Corinthians do começo ao final
Valeu Rivelino, Sócrates, Biro-biro
Ronaldo fenômeno, Dinei, Marcelinho
A fiel vem em peso completar o espetáculo
Invadindo as arenas, gritando bem alto
Nosso exército são 35 milhões
É o timão eternamente dentro dos corações
A invasão corintiana foi o grande encontro
Vi o rio de janeiro pitado de preto e branco
Seu lado político que fez diferença
Na democracia da década de 80
Sua tradição que vai além dos meus versos
Por você eu dedico meu amor eterno
A raça que surpreende todos mesmo perdendo
E vira o jogo aos 49 do segundo tempo
Nem os grandes da Europa supera essa marca
De perseverança, digna de medalha
É a vontade do povo que vai prevalecer
Não existe derrota pra quem nasceu pra vencer
Agora vamo que vamo o jogo vai começar
Pra cima deles timão, vamos jogar pra ganhar
Muito obrigado, agradeço, Corinthians está na veia
De quem faz parte da nação alvinegra
Exemplo de glória e superação
Procedimento e humildade na alma e no coração
Milhões de quebradas, milhares de loucos
Vem comigo no refrão cantar bem alto de novo


Milhões de quebradas, milhares de loucos
Corinthians paulista, é o time do povo
Milhões de quebradas, milhares de loucos
É o time guerreiro todo-poderoso


Parabéns timão 100 anos de história
Desde 1910 colecionando vitorias
O melhor de todos sabe por que
O único time que no mundo ninguém quer perde
Sua torcida é a verdadeira camisa 12
Se tiver Judas firmão fica 11
Vamos Corinthians campeão dos campeões
Páginas escritas com tantas emoções
Defendo a sua honra em qualquer canto
Mas a intolerância sempre descartando
Bandeirão tremulando inigualável
Taça na mão levantada por bravos
Invejosos falam de nóis com sacarmos
Por que somos uma potência mundial nos estádios
O grito de guerra mais alucinante que droga
Que pulsar nas veias a toda hora
Seu distintivo é intimador
E seus fiéis declamam louvor
Na derrota ou na vitória será o mesmo
Renascendo das cinzas, valente mosqueteiro
Preto e branco são suas cores
São Jorge com sua espada, um de seus protetores
Seus feitos campais aumenta mais ainda
O amor incondicional da torcida
O ditado é realmente verdade
Corinthians original já nasce
Só que alguns são conquistados
Com seu estilo de jogo diferenciado
Encerro aqui a minha homenagem
As torcidas que fecham aquele salve
Timão, Coringão e todo-poderoso
São dignas as palavras ao maior de todos


Milhões de quebradas, milhares de loucos
Corinthians paulista o time do povo
Milhões de quebradas, milhares de louco
É o time guerreiro todo-poderoso

Homenagem ao Corinthians
Juruna e Mano Sô

Comentários

  • 1000 caracteres restantes