Empresas também sofrem com punição ao Corinthians

Empresas também sofrem com punição ao Corinthians

Não será apenas o Corinthians que sofrerá com a punição imposta pela Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol). As empresas que patrocinam a Copa Bridgestone Libertadores e, por isso, têm direito a ingressos para camarotes ou áreas exclusivas dos estádios durante a competição, deixarão de realizar ações com seus clientes por conta da decisão da entidade.

O Corinthians foi punido pela morte do torcedor boliviano Kevin Beltrán Espada, de 14 anos, que faleceu após ser atingido por um sinalizador que partiu da torcida do time paulista na partida entre Corinthians e San José, disputada em Oruro, na Bolívia, na última quarta-feira, 20. A medida preventiva imposta pela Conmebol impede o Corinthians de comercializar ingressos para suas partidas na competição internacional durante os próximos 60 dias.

A Bridgestone, detentora do title sponsor da Libertadores, cancelou todas as ações promocionais que envolviam torcedores do Corinthians. A empresa disponibilizava ingressos (camarote) para seus clientes de duas formas: por meio da promoção “Compre e Ganhe”, que premiava os consumidores que comprassem pneus da marca, e através de blitzes, que eram realizadas, com uma van personalizada , na cidade do clube brasileiro que fosse jogar fora de casa. Os torcedores do Corinthians que já haviam sido premiados com ingressos não terão acesso ao Pacaembu por conta da punição.

O banco Santander paralisou suas ações em todos os jogos do Corinthians até que o problema seja resolvido na justiça. A empresa tem direito a ingressos para uma área exclusiva do Pacaembu em jogos da Libertadores e dava eles de brinde para clientes e parceiros comerciais da marca. A instituição financeira foi patrocinadora máster do torneio entre 2008 e 2012. Como a Conmebol triplicou o valor pedido pela maior cota de patrocínio, a companhia continuou patrocinando a competição, mas em uma categoria inferior.

A Visa, patrocinadora da Libertadores desde 2004, não se sentiu prejudicada pela penalidade imposta ao Corinthians, pois ainda não havia realizado nenhuma campanha promocional para a competição e manterá seu logotipo exposto nos estádios que receberão os jogos do clube paulista. A empresa ainda não definiu o que fará nas próximas partidas do Corinthians no torneio.

Procurada pela Máquina do Esporte, a Samsung se negou a dar qualquer declaração.

Fonte: Maquina do Esporte

Veja Mais:

  • Universidade Brasil firmou acordo com Corinthians para primeiro jogo da final estadual

    Corinthians anuncia patrocínio pontual para final do Paulistão; veja como fica a camiseta

    ver detalhes
  • Alan Mineiro não volta ao Corinthians em 2017

    Corinthians empresta Alan Mineiro para quarto clube diferente em menos de um ano

    ver detalhes
  • Corinthians encerrou preparação contra a Ponte Preta

    Clima bom, susto de Pablo e escalação do Corinthians: o último treino antes da Ponte Preta

    ver detalhes
  • Casuals foi derrotado nos pênaltis neste sábado; próxima temporada só em agosto

    Nos pênaltis, Corinthian-Casuals perde final e adia sonho de subir de divisão

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes