Bolívia aprova decreto que aumenta rigor na fiscalização de torcedores

Bolívia aprova decreto que aumenta rigor na fiscalização de torcedores

Bolívia aprova decreto que aumenta rigor na fiscalização de torcedores

Bolívia aprova decreto que aumenta rigor na fiscalização de torcedores

O governo boliviano aprovou nesta quarta-feira um decreto para aumentar o rigor no controle da entrada de torcedores em estádios após a morte do jovem Kevin Beltrán, de 14 anos, durante o empate em 1 a 1 entre San José e Corinthians, no último dia 20, pela Taça Libertadores.

O decreto oficial tomou como referência nove 'instrumentos internacionais' sobre segurança em eventos esportivos, assim como normas adotadas por outros países latino-americanos, de acordo com o ministro de Governo, Carlos Romero. A medida estabelece responsabilidades para as autoridades, as associações esportivas, as torcidas e os administradores dos estádios.

O documento proíbe ainda que torcedores assistam às partidas sob efeito de álcool ou drogas ou vestindo 'indumentária que impeça a verificação de identidade', assim como a entrada nos locais dos jogos com bebidas alcoólicas, entorpecentes, armas, objetos cortantes ou explosivos e fogos de artifício.

O governo exige ainda a instalação de câmeras em todos os locais que recebam eventos esportivos e veta o uso de publicidade ou faixas com frases ofensivas contra o adversário ou que incitem a violência.

'Com esta norma, há a necessidade de transformar o futebol em uma verdadeira festa esportiva e não em um evento que nos deixe de luto', declarou Romero.

Sobre a morte de Kevin, o ministro destacou nesta quarta-feira que se trata de um crime ocorrido em território boliviano e que por isso deve ser resolvido pela justiça do país.

'Foi dito às autoridades do Brasil que de nossa parte é garantido um respeito estrito ao que manda a lei', afirmou.

Fonte: Terceiro Tempo

Veja Mais:

  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes
  • Maycon conta com o aval de Oswaldo de Oliveira para retorno

    Retorno de Maycon minimiza necessidade por contratação de volante no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes