Aniversariante Vampeta e seus causos com o rival Palmeiras

Aniversariante Vampeta e seus causos com o rival Palmeiras

O ex-volante Vampeta completa 39 anos nesta quarta-feira (13 de março). Conhecido por sua irreverência, o “Velho Vamp” colecionou causos durante toda sua carreira. Em sua autobiografia “Vampeta, Memórias do Velho Vamp” (editora Leya, 2013) o ídolo do Corinthians conta histórias que vão do hilário ao bizarro. Em comemoração ao aniversário de Vampeta, o FOXSports.com.br separou duas histórias relacionadas ao rival do meia nos tempos de Timão, o Palmeiras.

A primeira aconteceu em 1998, quando o atacante do Palmeiras Oséas marcou um estranho gol contra de cabeça em um clássico contra o Corinthians. A partida terminou em 1 a 1 e, como não poderia deixar de ser, Vampeta fez questão de questionar o amigo conterrâneo, durante as férias, sobre o inusitado lance.

“Oséas e aquele jogo lá? Deu branco em você? Você foi tirar a bola e acabou botando pra dentro? Você achou que estava atacando quando o Marcelinho bateu o córner?”, perguntou Vampeta.

“Vampeta, o pior de tudo não foi ter feito o gol contra em um clássico Corinthians e Palmeiras, com o Morumbi lotado. O pior foi olhar pro Gamarra e o ver falar assim pra mim: ‘Coitado...’”, respondeu Oséas.

Veja também:

Blog do Rodrigo Bueno: Teoria da conspiração é desculpa

Rival do Timão na Libertadores, Tijuana perde em casa no Mexicano

Príncipe do Qatar oferece bolada para criar campeonato dos sonhos

Messi é quem mais vezes marcou dois gols em um jogo da Champions

Mas a mais marcante contava com a participação do ex-goleiro Marcos, um dos maiores ídolos do Palmeiras. Muito amigos, os dois não perderam a chance de se provocar quando passaram momentos de aperto no futebol.

O primeiro a debochar foi o palmeirense, durante uma concentração da Seleção Brasileira, aproveitando o fato de ter se tornado ídolo após defender a cobrança de Vampeta na Libertadores de 1999 e ter classificado o Verdão para a final da competição continental.

“Vampeta, muito obrigado. Eu estou na Seleção porque você perdeu aquele pênalti e eu virei São Marcos”, brincou Marcos.

Em sua autobiografia, Vampeta conta que deu risada e pensou: “Um a zero pra ele. Não tem como eu pegar o Marcos agora. Pegar ele em quê? Mas eu ainda pego”. E esperou cinco meses.

No mesmo ano de 1999, o Palmeiras viajou ao Japão para enfrentar o Manchester United pela Copa Intercontinenal. A partida terminou com vitória dos ingleses por 1 a 0 e Marcos ficou marcado por ter cortado errado o cruzamento de Ryan Giggs, que resultou no gol de Roy Keane. Na volta ao Brasil, Vampeta aproveitou para se vingar do amigo:

- Marcão?

- Fala, Vamp

- Pô, cara, você tá chateado. Estou vendo aí que você tá falando que vai querer parar de jogar

- É, estou chateado, falhei no gol. A culpa foi minha, a gente podia ter ganhado o Mundial.

- Que é isso, cara? Não fala isso. Você f.... os caras, mesmo, mas não precisa parar de jogar, não.

- Pô, eu pensei que você ia me ligar para me dar moral

- Não, eu liguei foi pra falar que você f.... os caras, mesmo. Tchau, Marcão.

* As declarações do texto foram retiradas do livro "Vampeta, memórias do velho Vamp"

Fonte: Fox Sports

Veja Mais:

  • Sala de cabines de TV da Arena passa a ser chamada Lilácio Pereira Jr.

    Corinthians batiza sala de transmissões da Arena em tributo a vítima de acidente

    ver detalhes
  • Golaço de Marlone sobre Cobresal rendeu a ele indicação ao Puskás

    Marlone supera Messi e Neymar e vai à final do Prêmio Puskás da Fifa

    ver detalhes
  • Luidy (boné) conheceu o CT Joaquim Grava na última quinta-feira

    Contratação do Corinthians vai ao CT pela primeira vez

    ver detalhes
  • Leandro Damião pode trocar Flamengo pelo Corinthians em 2017

    Corinthians inicia conversas por centroavante do Flamengo, diz portal

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes