Único tetra legítimo, Paulistano esquece feito perseguido pelo Santos

Único tetra legítimo, Paulistano esquece feito perseguido pelo Santos

Corinthians e Santos vão se enfrentar na final

Corinthians e Santos vão se enfrentar na final

Cartolas e torcedores dos grandes de São Paulo têm por hábito exaltar cada taça que seus rivais não possuem. Mas o tetracampeonato estadual, mais rara conquista no Campeonato Paulista, é até agora exclusividade de um clube que abandonou o futebol há décadas, quer distância de qualquer aglomeração característica dos estádios e cujos associados dão de ombros ao feito que nem o Santos de Pelé foi capaz de alcançar.

“Eles (sócios) não têm a dimensão da magnitude que foram esses títulos. A imprensa tem procurado muito mais as nossas taças e fotos do que os sócios do clube. Ficou tudo muito esquecido. É uma pena”, afirma a historiadora Ana Paula Fernandes, 24 anos, responsável pelo museu do Paulistano, campeão paulista de 1916 a 1919.

A exclusividade pode cair este ano, caso o Santos, agora liderado por Neymar, vença o Corinthians na decisão. O primeiro jogo da final está marcado este este domingo, às 16h (horário de Brasília), no Pacaembu.

O Paulistano venceu 48 das 62 partidas que disputou naqueles quatro anos, com seis empates e oito derrotas. Um aproveitamento de 82,26% (à época, vitória valia dois pontos). Um time que marcou 211 gols e sofreu 67

Fonte: uol

Veja Mais:

  • Cássio será um dos 11 titulares neste domingo em Porto Alegre

    Corinthians encerra preparação contra o Grêmio; veja escalação

    ver detalhes
  • Carille definiu os jogadores que irão a Porto Alegre

    Com meia recuperado, Carille divulga relacionados do Corinthians contra o Grêmio

    ver detalhes
  • Hotel onde a delegação portuguesa está hospedada em São Petersburgo, na Rússia

    Corinthians brinca nas redes sociais com Cristiano Ronaldo hospedado em hotel chamado Corinthia

    ver detalhes
  • Carille tem contrato com o Corinthians até o fim de 2017

    Permanência de Carille no Corinthians em 2018 não está garantida; entenda o porquê

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes