‘Europeus’ do Timão sofrem com cansaço

‘Europeus’ do Timão sofrem com cansaço

Paolo Guerrero e Pato sofrem com desgaste físico

Paolo Guerrero e Pato sofrem com desgaste físico

Foto: Foto Arena

O torcedor corintiano pode ter estranhado quando o peruano Guerrero colocou a culpa por seu jejum de oito jogos sem gols na maratona de partidas. Mas o atacante tem certa dose de razão. Basta comparar o quanto se joga na Europa e aqui no Brasil.

“Ah, mas o Barcelona também joga às quartas e aos domingo e não reclama”, costumam dizer os torcedores. Mas a história não é bem assim.

Na última temporada — no Velho Continente, foi de agosto de 2012 a maio deste ano — , fora o Campeonato Espanhol, o Barça chegou à semifinal da Liga dos Campeões e da Copa do Rei. Ainda disputou a Supercopa da Espanha. Fez 60 jogos.

Finalistas da Liga dos Campeões, Bayern de Munique e Borussia Dortmund entraram em campo 54 e 52 vezes, respectivamente.

Achou isso muita coisa? Então, compare com o Brasil. No ano passado, o Corinthians entrou em campo 74 vezes, contando Paulistão, Libertadores, Brasileiro e Mundial. Neste ano, sem o Mundial e caindo antes na Libertadores, mas com Copa do Brasil e Recopa pela frente, pode chegar a 79 partidas.

“Todos os atletas que jogaram no futebol europeu e chegam ao Brasil sentem a diferença. Não há dúvida com relação a isso. Tanto que vários vêm para cá e voltam para lá. A quantidade de jogos aqui é muito grande”, diz o preparador físico Fábio Mahseredjian. “Entendo que aqui, para se ganhar um dinheiro melhor, tem de jogar mais. Nem critico, mas temos de nos adaptar a isso. Na Alemanha, o Guerrero não fazia mais de 50 partidas ao ano. É realmente fadigante jogar quarta e domingo”, emendou.

Desta forma, não é absurdo pensar que Guerrero, realmente, esteja cansado.

Fonte: Dário de São Paulo

Veja Mais:

  • Sob comando de Coelho, Timãozinho cai nas oitavas da Copinha

    Falhas individuais custam caro, e Corinthians é eliminado da Copinha

    ver detalhes
  • Superado pelo Avaí, o Timãozinho deu adeus à Copinha de 2018

    Em partida sem craques, Fiel não perdoa Corinthians por eliminação na Copa São Paulo de 2018

    ver detalhes
  • Bilu esconde choro após derrota do Timão para o Avaí

    Corinthianos deixam campo às lágrimas após queda na Copinha; Coelho: 'Perdemos para nós mesmos'

    ver detalhes
  • Alessandro é homem forte do futebol corinthiano neste início de 2018

    Alessandro abre o jogo sobre Henrique Dourado e busca do Corinthians por camisa 9

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes