Sheik comete os mesmo erros que Eike Batista

Sheik comete os mesmo erros que Eike Batista

Emerson Sheik está 116 dias sem fazer gols

Emerson Sheik está 116 dias sem fazer gols

Foto: Rodrigo Coca/Fotoarena

Por: Luciano Trindade

Especial para o DIÁRIO

Responda rapidamente: o que Emerson Sheik e Eike Batista têm em comum? Difícil, né? Afinal, um ganha a vida como  jogador de futebol e o outro, como empresário. Mas a comparação não é tão absurda quanto parece. Principalmente se levadas em conta a ascensão meteórica e a queda vertiginosa que ambos tiveram em suas carreiras, recentemente.

O herói do título da Libertadores parecia intocável. Após os dois gols na decisão contra o Boca Juniors, foi alçado pela Fiel ao patamar dos principais ídolos alvinegros. Estava acima do bem e do mal. Mas o conto de fadas durou pouco...

Já ficou velho o discurso sobre a queda de rendimento do atacante logo após a conquista inédita do troféu continental. Hoje, às 17h, contra o Flamengo, no Maracanã, ele completará, 116 dias sem balançar as redes. Já são 24 partidas de jejum.

E Eike? Há pouco meses, o sujeito era tido como o maior empresário brasileiro. Um visionário, visto como símbolo de um Brasil emergente, com um futuro próspero. Mas caiu em  desgraça com a desvalorização de suas empresas, logo após anunciar que não alcançaria os lucros prometidos aos investidores entusiasmados.

Quase da noite para o dia, Sheik e Eike (os nomes soam até parecidos, não?) deixaram de ser ícones da vitória. Transformaram-se em alvos de piadas. O atacante se tornou um fardo do qual o Corinthians está louco para se livrar, conforme o DIÁRIO revelou na edição de quarta-feira. O alto salário dele não condiz com os planos da diretoria para 2014.

Fica complicado explicar o que houve com os dois.  É possível notar, no entanto, que eles cometeram erros semelhantes, talvez por excesso de ousadia. 

Outra chance/ O Sheik tem uma vantagem sobre Eike -; não na conta bancária, é claro. Se para o empresário é duro recuperar tantos bilhões de reais, a vida de um atleta pode mudar numa fração de segundos.

?'bvio que uma grande atuação hoje não apagará o ano ruim de Emerson. Mas voltar a fazer gols parece mais fácil do que voltar a ser um bilionário.

Fonte: Diário de São Paulo

Veja Mais:

  • Oswaldo defendeu utilização da cor verde em homenagem à Chapecoense

    Oswaldo comenta tragédia da Chapecoense e é mais um a defender cor verde no Corinthians

    ver detalhes
  • Sala de cabines de TV da Arena passa a ser chamada Lilácio Pereira Jr.

    Corinthians batiza sala de transmissões da Arena em tributo a vítima de acidente

    ver detalhes
  • Golaço de Marlone sobre Cobresal rendeu a ele indicação ao Puskás

    Marlone supera Messi e Neymar e vai à final do Prêmio Puskás da Fifa

    ver detalhes
  • Luidy (boné) conheceu o CT Joaquim Grava na última quinta-feira

    Contratação do Corinthians vai ao CT pela primeira vez

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes