Bruno César pede resposta rápida sobre proposta do Palmeiras

Bruno César pede resposta rápida sobre proposta do Palmeiras

4.9 mil visualizações 60 comentários Comunicar erro

Bruno César tem contrato com o Al Ahli, da Arábia Saudita, até o fim de 2015

Bruno César tem contrato com o Al Ahli, da Arábia Saudita, até o fim de 2015

Não é só a torcida do Palmeiras que aguarda ansiosa por um desenlace favorável ao clube na negociação pelo meia Bruno César. O jogador e seu empresário também esperam definir o quanto antes os passos que darão em 2014.

O Verdão enviou há mais de um mês uma proposta ao Al-Ahli (SAU), clube com o qual ele tem contrato até 2016. A intenção é repatriar Bruno por empréstimo gratuito e tê-lo no elenco alviverde por ao menos uma temporada.

A avaliação da diretoria palmeirense é que os árabes estão aguardando ofertas de outros clubes. A análise é corroborada pelo representante do atleta ex-Corinthians.

– Essa possibilidade de o clube esperar outras propostas existe, mas o desfecho tem que ser rápido. O jogador precisa saber se tem que voltar para a Arábia e o Palmeiras precisa montar o time – declarou Marcos Casseb, agente do atleta, em entrevista ao LANCE!Net.

Bruno César está no Brasil desde dezembro, quando voltou ao país para resolver problemas pessoas em Americana (SP), onde a sua família tem residência.

Fonte: lancenet!

Veja Mais:

  • Timão pode erguer troféu da Liga Ouro já na sexta-feira, na casa do São José

    Corinthians vence batalha com quatro prorrogações e fica a uma vitória do título da Liga Ouro

    ver detalhes
  • Maioria dos titulares de Loss já completou sétimo jogo no BR; Cássio e Fagner, sequer seis

    Doze corinthianos já completaram sete jogos no Brasileirão; veja quem ainda pode se transferir

    ver detalhes
  • Caetano tem 18 anos e estava no Botafogo

    Corinthians acerta contratação de zagueiro indicado por Barroca, técnico do Sub-20

    ver detalhes
  • Léo Jabá tem contrato de cinco temporadas com o FC Akhmat Grozny

    Jabá encaminha transferência à Grécia, e Corinthians pode ganhar mais de R$ 4 milhões

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes