Lembra dele? Após deixar Corinthians, Zizao acerta com um clube chinês

Lembra dele? Após deixar Corinthians, Zizao acerta com um clube chinês

Rodrigo Villalba

Rodrigo Villalba

Zizao já tem um novo clube. Após ficar dois anos no Corinthians, quando virou xodó da torcida mesmo jogando pouquíssimas vezes, o simpático atacante de 25 anos voltou para o futebol chinês e assinou neste sábado um contrato de três temporadas com o Beijing Guon, time pequeno da capital Pequim.


Quando contratou o jogador chinês, a diretoria do Corinthians estava pensando mais numa jogada de marketing. A ideia era expandir a marca do clube para a China, estratégia que não deu muito certo. Como ele também pouco jogou em quase dois anos, foi dispensado ao final do contrato em dezembro.

Numa época em que o Corinthians vivia uma excelente fase, o técnico Tite quase nunca deu chance para Zizao jogar. Ele entrou em campo somente em partidas consideradas mais fáceis e menos importantes. Assim, contabilizou apenas cinco partidas com a camisa corintiana, sem nenhum gol marcado.

Apesar de ter jogado muito pouco, Zizao virou sensação entre os torcedores corintianos. Com muito carisma e simpatia, o atacante chinês chegou a ter a entrada em campo pedida pela torcida em várias partidas no Pacaembu. Sua aventura no futebol brasileiro acabou em dezembro. Agora, voltou para casa.

Fonte: Futebol Interior

Veja Mais:

  • Rodriguinho marcou dois e deu assistências para um: que dia!

    Com Rodriguinho inspirado, Corinthians atropela a Ponte Preta e encaminha título do Paulistão

    ver detalhes
  • Todo o grupo do Corinthians foi bem avaliado pela Fiel

    Rodriguinho é destaque, mas Fiel aprova atuação do grupo todo do Corinthians em Campinas

    ver detalhes
  • Gabriel está fora da partida de volta da final do Paulistão

    Corinthians perde dois jogadores titulares para decisão na Arena

    ver detalhes
  • Pottker acertou cabeça de Gabriel

    Pottker agride jogador do Corinthians e gagueja ao falar sobre o lance; assista

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes