Tem Corinthians indo bem nos Estados Unidos

36 mil visualizações 85 comentários

Por Meu Timão

Go Corinthians

O Corinthians USA se classificou para a US OPEN 2014, o mais tradicional torneio de futebol do país, e disputará vaga na CONCACAF, que dá vaga para o Mundial de Clubes da FIFA.

Eram varias as opções para conseguir a sonhada classificação.

Uma delas era inscrever o recém formado CORINTHIANS USA na MLS – Major League Soccer, o que na pratica custaria $ 75 milhões de dólares do preço da franquia mais o custo de se manter neste nível, necessitando seguir a risca todos os padrões que a franquia exige em salários, estrutura e etc.

Também existiam os caminhos para se chegar na US OPEN através da Segunda Divisão, da Terceira e da Quarta divisões profissionais.

Todas elas com alto investimento inicial.

Ao iniciante CORINTHIANS USA, só cabia uma opção economicamente viável. Concorrer com outros seis mil times amadores para conseguir uma das oito vagas reservadas para tais equipes de todos os estados dos Estados Unidos.

O resultado foi surpreendente.

A classificação veio na primeira tentativa.

O time, liderado pelo ex- jogador são-paulino Palhinha, é formado por profissionais vindos do Brasil, Nigéria e Camarões bem como por amadores nascidos nos Estados Unidos, como estudantes de universidades e profissionais liberais.

O Corinthians USA conta atualmente com 16 brasileiros de um total de 25 atletas.

No time titular jogam oito brasileiros que vivem exclusivamente do futebol.

O clube manda suas partidas no Estádio Citrus College Stadium, na cidade de Glendora, com capacidade para 10.000 pessoas.

Atualmente o orçamento mensal da equipe é de 45 mil dólares, mas a competição da US OPEN exige 30 mil dólares a mais.

Até agora já foram investidos aproximadamente $ 1,5 milhões de dólares entre salários, moradia, alimentação, transporte e logística.
O Corinthians USA ainda não gera receitas.

A ideia de montar o CORINTHIANS USA surgiu da já existente CORINTHIANS SOCCER ACADEMY, escolinha de futebol oficialmente filiada ao Sport Club Corinthians Paulista, que tem como objetivo a formação de profissionais nos Estados Unidos.

Esta unidade deveria ter o suporte do time profissional do Corinthians Paulista, mandando jogadores de uma a duas vezes por ano para dar clinicas e palestras, bem como fazer jogos de exibição.

Devido ao calendário brasileiro, esse suporte se tornou inviável.

Dai a necessidade de se criar um time profissional nos Estados Unidos, onde os alunos e atletas formados na CORINTHIANS SOCCER ACADEMY pudessem mostrar e desenvolver seu talento.

A partir do mês de Abril, o CORINTHIANS USA estará oficialmente ligado ao departamento de futebol de base do CORINTHIANS PAULISTA, que deve enviar jogadores para competir na edição 2014 da LAMAR HUNT – US OPEN.

O projeto é gerenciado e financiado por Josias Baptista Montegan (empresário da telecomunicação) e também pelo departamento de futebol, liderado pelo ex-jogador do São Paulo Futebol Clube, Jorge Ferreira da Silva (Palhinha).

Fonte: Blog do Juca

Veja Mais:

  • Corinthians e Palmeiras decidem vaga na final em Itaquera

    Corinthians enfrenta o rival Palmeiras na semifinal do Campeonato Paulista

    ver detalhes
  • Timão voltou a treinar após vexame continental

    Corinthians se reapresenta e faz primeiro treino de olho na semi do Paulistão; veja possível time

    ver detalhes
  • Corinthians volta a entrar em campo na segunda-feira, contra o Grêmio

    CBF define rodadas finais da primeira fase do Brasileiro Feminino; Corinthians joga maioria em casa

    ver detalhes
  • Fagner testou positivo para o novo coronavírus

    Desfalque de Fagner é confirmado após novo exame para Covid-19

    ver detalhes
  • Gaviões prepara mosaico 360 na Neo Química Arena para semifinal do Paulista ne domingo

    Gaviões prepara mosaico 360º na Neo Química Arena para semifinal do Paulista; veja fotos

    ver detalhes
  • [Tomás Rosolino] Por que o Corinthians que vai jogar domingo ainda merece o benefício da dúvida

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x