Antes líder, Corinthians despenca em faturamento e é ultrapassado pelo rival

Antes líder, Corinthians despenca em faturamento e é ultrapassado pelo rival

Líder em faturamento nos últimos anos, o Corinthians pode se preparar para cair no ranking das maiores receitas do futebol brasileiro em 2014. Já em 2013, o clube foi superado no faturamento geral pelo São Paulo e está ficando para trás em relação ao Flamengo.

Estes dados foram obtidos em estudo realizado pelo consultor de gestão esportiva, Amir Somoggi. Em 2013, conforme a análise, o São Paulo faturou R$ 364,7 milhões e o Corinthians ficou com R$ 316 milhões.

Ele aposta que em 2014 o Flamengo, que ficou na quarta colocação, recebendo R$ 272,9 milhões, deve ser o primeiro do Brasil em faturamento. O terceiro colocado foi o Inter-RS, com faturamento de R$ 276,7 milhões.

— O Flamengo está aumentando as receitas, enquanto o Corinthians não conseguiu aumentar. Nem mesmo a utilização do novo estádio pode garantir aumento das receitas já que se trata de uma incógnita. A maior parte do dinheiro não vai ficar com o Corinthians até ele pagar a dívida contraída para a construção do estádio.

Livro sobre corrupção no futebol revela acidente que matou suposta amante de Ricardo Teixeira

Amir afirma que o Corinthians ainda arrecada mais do que o São Paulo em TV, patrocínio, bilheteria, licenciamento e social, mas ficou atrás porque na conta está incluída a venda do Lucas para o Paris-Saint Germain por 43 milhões de euros (R$ 108,3 milhões) sendo que 75%, 32,2 milhões de euros (R$ 81 milhões) ficaram com o Tricolor.

Para o consultor, a equipe do Morumbi ainda se beneficiou do fato de ter um estádio próprio, o que possibilitou a arrecadação de R$ 40 milhões só com shows e camarotes.

— E se não fosse a negociação do Paulinho para o Tottenham o faturamento do Corinthians seria ainda menor (o jogador foi negociado por 20 milhões de euros, cerca de R$ 61 milhões).

Em relação ao Flamengo, o clube vem crescendo na obtenção de receitas e já ocupa o primeiro lugar das verbas destinadas às cotas de televisão, recebendo R$ 111 milhões em 2013, enquanto o Corinthians, em segundo, ficou com R$ 103 milhões.

Somoggi considera que o Corinthians, por falta de uma continuidade em seu projeto de marketing, se estagnou desde a conquista do título mundial em 2012, em um momento em que atraiu os holofotes, apresentou um mercado consumidor imenso com sua torcida e emergiu como uma potência no futebol.

— As receitas do Corinthians caíram em 2013 por causa do ano ruim em relação aos resultados dentro de campo.

Fonte: R7

Veja Mais:

  • Rodriguinho foi um dos destaques do duelo na Arena; arbitragem bastante questionável

    Juiz 'esquece' pênaltis, Corinthians para na retranca do Vitória e perde a primeira no Brasileirão

    ver detalhes
  • Carille ressaltou aprendizados com revés do Corinthians para o Vitória

    Carille tira lições de derrota e nega relação entre perdas e período sem jogos

    ver detalhes
  • Jô teve atuação discreta na derrota para Vitória

    Cássio é eleito destaque de derrota do Corinthians; quarteto ofensivo destoa

    ver detalhes
  • Arena Corinthians recebeu 42.075 pagantes nesta tarde de sábado

    Fiel canta na Arena após primeira derrota do Corinthians no Brasileirão

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes