Corpo de bombeiros fará uma nova vistoria na Arena Corinthians esta quinta

Corpo de bombeiros fará uma nova vistoria na Arena Corinthians esta quinta

Por Larissa Emanuelle

As arquibancadas provisórias ainda seguem em obras

As arquibancadas provisórias ainda seguem em obras

Única parte não testada completamente nos eventos que aconteceram no estádio, as arquibancadas provisórias passarão por mais uma vistoria nesta quinta-feira (05). O Corpo de Bombeiros visitaria a Arena Corinthians ainda na manhã desta quarta, mas um treinamento realizado pelo Exército adiou a análise dos bombeiros.

A vistoria será realizada para analisar o fim das obras nos assentos provisórios, o que não indica a garantia de liberação até a Copa do Mundo. As arquibancadas móveis devem ser finalizadas e entregues ainda neste fim de semana pela Fast Engenharia.

Segundo o Comitê Organizador Local, apesar dos atrasos, acredita-se que tudo estará pronto até a Copa do Mundo com total tranquilidade. O mesmo ainda garante que o local estará 100%.

A entrega destes setores deveriam ter acontecido no dia 30 de Abril. Entretanto, o acidente envolvendo um operário no local acabou prolongando as obras, sem data fixa de finalização. O Corinthians, juntamente com Andrés, já decidiu que não deve utilizar as estruturas móveis após a Copa do Mundo.

Veja Mais:

  • Drogba quer conversa com técnico e presidente antes de decisão

    Avaliando proposta, Drogba quer contato direto com técnico e presidente do Corinthians

    ver detalhes
  • Corinthians e Juventus se encontram neste domingo, às 19h45

    Corinthians encara 'clássico da Zona Leste' por vaga na final da Copinha

    ver detalhes
  • Final da Flórida Cup 2017, único revés em mata-mata para o Corinthians no Século 21

    Após seis triunfos, Timão perde primeiro mata-mata para o São Paulo no Século 21

    ver detalhes
  • Não agradou - Titular no Majestoso, Guilherme teve atuação discreta na decisão da Florida Cup

    Meia do Corinthians tem nota próxima do zero após empate

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes