Abalado, Petros lamenta punição: 'Me sinto um serial killer'

Abalado, Petros lamenta punição: 'Me sinto um serial killer'

Por Larissa Emanuelle

Petros foi punido e desfalca o Timão por seis meses

Petros foi punido e desfalca o Timão por seis meses

Foto: Daniel Augusto Jr./ Agência Corinthians

O meia Petros, julgado e já punido pelo STJD, desfalcará o Timão por seis meses e lamentou essa pausa forçada de suas atuações com a camisa alvinegra. No fim do julgamento, o jogador comentou sobre o assunto.

'Com todo respeito aos que julgam, é incabível. Ser um jogador de caráter não é levado em consideração. Me sinto com um criminoso, um assassino, um serial killer. É lamentável as pessoas analisarem desta forma. Tenho um histórico limpo, sou um trabalhador. Não tentei agredir, e o árbitro sabe disso. Tenho convicção de que se não fosse o choque com o Alison eu conseguiria sair do trajeto do árbitro. Uso o braço para me proteger. Sou destro e se quisesse teria dado de mão fechada'.

'Tenho certeza de que o jurídico vai conseguir reverter de alguma forma. Saio daqui triste. Sou uma pessoa que não é desequilibrada. Sempre trabalhei e sempre superei obstáculos que apareceram na minha vida. Vou passar por cima desse também. Uma pena ter acontecido. Não sou criminoso, tenho uma família para sustentar. Não posso ser injustiçado desta maneira'.

Petros desfalcará o Corinthians nas próximas partidas e consequentemente nas competições que o clube disputa neste momento. O camisa 40 abre espaço para os outros colegas de posição. A tendência é de que Renato e Lodeiro possam ser escolhidos por Mano. O último, inclusive, pode estar disponível contra o Goiás.

Veja Mais:

  • Treino com torcida na Arena Corinthians não é novidade

    Organizadas pedem e último treino antes do Dérbi terá presença da torcida na Arena Corinthians

    ver detalhes
  • Jadson deve ser opção a partir da próxima quarta-feira, dia 1

    Jadson confirma que se colocou à disposição para enfrentar o Palmeiras e crava jogo da reestreia

    ver detalhes
  • Fellipe Bastos, à direita, deve retornar ao time; Léo Jabá é dúvida

    Corinthians terá ao menos uma mudança na escalação para encarar Palmeiras

    ver detalhes
  • Sanchez e Roberto de Andrade seguem aliados na política do Corinthians

    Fortalecido após veto do impeachment, Andrés Sanchez cogita voltar à presidência do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes