Árbitro que prejudicou o Corinthians é reprovado no teste da FIFA

Árbitro que prejudicou o Corinthians é reprovado no teste da FIFA

Por Meu Timão

Heber Roberto Lopes prejudicou o Corinthians

Heber Roberto Lopes prejudicou o Corinthians

Dois dias após prejudicar completamente o Corinthians na partida em que o Timão perdeu a invencibilidade de 3 meses no campeonato brasileiro, o árbitro Heber Roberto Lopes fez um teste da Fifa e adivinha só, foi reprovado por conta do seu desempenho físico.

Durante o jogo, o árbitro que mostrava não estar na sua forma física ideal por vários momentos ficou longe do lance, mas foi de perto que a sua atuação foi pior quando num lance nos acréscimos o Corinthians teve uma falta clara dentro da área do Grêmio e o árbitro não marcou o pênalti.

Até mesmo na transmissão de TV, antes da partida começar o árbitro já havia sido questionado pelo comentarista Neto que falou que o árbitro tem costume de ficar longe da bola pois estava em má condição física.

Apitando jogos do Corinthians, Heber Roberto Lopes viu o Timão vencer apenas uma vez nos últimos quatro anos. Foi em 2010, contra o Palmeiras.

Além dele, Cleriston Barreto Rios, também não alcançou o desempenho mínimo desejado. Já os árbitros restantes como Marcelo de Lima Henrique, Pericles Bassols e Wagner Nascimento Magalhães conseguiram ser aprovados.

Veja Mais:

  • Rodriguinho foi um dos destaques do duelo na Arena; arbitragem bastante questionável

    Juiz 'esquece' pênaltis, Corinthians para na retranca do Vitória e perde a primeira no Brasileirão

    ver detalhes
  • Jô teve atuação discreta na derrota para Vitória

    Cássio é eleito destaque de derrota do Corinthians; quarteto ofensivo destoa

    ver detalhes
  • Arena Corinthians recebeu 42.075 pagantes nesta tarde de sábado

    Fiel canta na Arena após primeira derrota do Corinthians no Brasileirão

    ver detalhes
  • Balbuena está fora do confronto de quarta-feira

    Balbuena leva terceiro amarelo, e Corinthians enfrentará Chape com zaga de jovens da base

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes