Cássio reclama do 'poder de decisão' do Corinthians

Cássio reclama do 'poder de decisão' do Corinthians

Por Meu Timão

2.4 mil visualizações 42 comentários Comunicar erro

Cássio reclamou do poder de decisão da equipe

Cássio reclamou do poder de decisão da equipe

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O goleiro Cássio, grande destaque da partida de domingo, não gostou do desempenho do Corinthians no último jogo. Para o jogador, o Timão deveria aproveitado as chances que teve.

- Jogo decisivo é assim, quando tem chance tem que fazer. Podíamos ter acelerado mais. A gente acabou tomando o gol, se expondo muito. Não conseguimos empatar. Mas perdeu, perdeu todo mundo. Temos que pensar no próximo jogo.

O jogador, que pegou um pênalti cobrado por Eduardo da Silva, fez grandes defesas e evitou um placar mais elástico. Assim como o goleiro, o zagueiro Gil foi outro que foi bem. Após o jogo, ele também mirou o próximo compromisso do Timão:

- É difícil falar agora. Mesmo depois de tomar o gol conseguimos lutar um pouquinho. Agora não tem muito o que falar, é levantar a cabeça porque quinta-feira tem um jogo mais importante.

O próximo compromisso do Corinthians e contra a Chapecoense na Arena Corinthians, às 19h30.

Veja Mais:

  • Corinthians de Carille, Gustagol & cia. entra em campo neste domingo contra o São Caetano

    Novidade na escalação e Boselli VIP: Corinthians de Carille estreia neste domingo no Paulistão

    ver detalhes
  • Cássio permaneceu, enquanto Balbuena e Kazim deixaram o Parque São Jorge depois do bi estadual

    De Cássio a Kazim: onde estão os corinthianos que iniciaram campanha do bicampeonato paulista

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians terá que comprar ingressos para assistir à semifinal da Copinha em 2019

    Jogo do Corinthians pela semifinal da Copinha terá venda de ingressos; veja como comprar

    ver detalhes
  • Ramiro está confirmado na equipe titular do técnico Fábio Carille

    Com seis reforços, Corinthians relaciona 21 jogadores para estreia no Paulistão; veja lista

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes