São Paulo vai tentar acordo amigável com o Corinthians pela escalação de Pato

São Paulo vai tentar acordo amigável com o Corinthians pela escalação de Pato

Por Meu Timão

São Paulo quer tentar acordo para usar Pato

São Paulo quer tentar acordo para usar Pato

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

A diretoria do São Paulo já definiu que vai tentar, de maneira amigável, entrar em acordo amigável com o Corinthians para que Pato e Jadson possam atuar no clássico de domingo.

A proposta "oficial" por esse acordo ainda não foi feita, mas já é considerado certo por parte dos dirigentes corinthianos que qualquer iniciativa desse tipo será recusada.

A única possibilidade aceita é o rival pagar a multa estipulada em contrato de empréstimo dos jogadores. E o valor não é baixo: R$ 1 milhão de reais e, pelo que se sabe, nenhuma das agremiações vai desembolsar esse valor.

- Não nos incomoda ver o Jadson jogando pelo Corinthians e claro que queremos o Pato atuando até pelo bom momento que vive. Só que isso tudo ainda é procedimento estudado. Só vamos agir depois do duelo contra o Coritiba (quarta-feira) - disse o gerente de futebol do São Paulo, Gustavo Vieira de Oliveira.

Pelo lado do Timão, a posição oficial é de que Jadson não será usado em hipótese alguma, seja por pagamento de multa ou acordo com o São Paulo.

Veja Mais:

  • Drogba quer conversa com técnico e presidente antes de decisão

    Avaliando proposta, Drogba quer contato direto com técnico e presidente do Corinthians

    ver detalhes
  • Corinthians e Juventus se encontram neste domingo, às 19h45

    Corinthians encara 'clássico da Zona Leste' por vaga na final da Copinha

    ver detalhes
  • Empresário do meia Pedrinho acusa empresa de assédio sobre o jogador dentro do Corinthians

    Portal revela denúncia de empresário de meia da base contra empresa de Garcia

    ver detalhes
  • Final da Flórida Cup 2017, único revés em mata-mata para o Corinthians no Século 21

    Após seis triunfos, Timão perde primeiro mata-mata para o São Paulo no Século 21

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes