Bruno Henrique quer fim da irregularidade e mira volta ao G4

Bruno Henrique quer fim da irregularidade e mira volta ao G4

Por Larissa Emanuelle

Bruno Henrique pede o fim da oscilação

Bruno Henrique pede o fim da oscilação

Desfalque na partida contra o Figueirense, o volante Bruno Henrique não pôde colaborar com sua equipe, que acabou perdendo a chance de engatar uma sequência no Campeonato Brasileiro. Desejando o fim da oscilação, o jogador acredita que a quinta colocação é um alerta.

"É um alerta! Não podemos vacilar. O Brasileiro é muito difícil, as equipes estão perto, brigando... Se perde um jogo, você cai. Se vence, já dá um bom salto para cima. Jogo a jogo temos de focar para brigar pelo título e Libertadores. Daqui para frente, cada jogo é uma decisão".

"Todos os times, exceto o Cruzeiro, estão oscilando. Nosso time, o São Paulo, Inter, Fluminense, todo mundo. Temos de mudar esse negócio de fazer um jogo bom e um jogo ruim. Temos de emplacar uma sequência, fazer jogos bons, e depois retomar confiança".

O atleta acredita que a equipe alvinegra não pode mais oscilar, se deseja o topo da tabela.

"Não podemos oscilar se quisermos pensar em título".

Neste domingo, o Corinthians entra em campo para enfrentar o Atlético Paranaense, na Arena da Baixada. O jogo terá seu início às 16h.

Veja Mais:

  • Fora dos planos do Timão, Cristian é alvo do Jorge Wilstermann

    'De canto' no Corinthians, dupla é procurada por clube boliviano que está na Libertadores

    ver detalhes
  • Corinthians e Chapecoense dividem liderança da atual edição da Série A

    Chapecoense vence e empata com Corinthians na liderança do Brasileirão; veja a tabela

    ver detalhes
  • Castán pertence á Roma, mas jogou a última temporada pelo Torino, também da Itália

    Com reunião agendada na Itália, pai de Castán não descarta retorno do zagueiro ao Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno Paulo jogará no Santa Cruz até o final de 2017

    Com apenas um jogo pelo Corinthians, atacante é emprestado até o fim do ano

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes