Guerrero afirma que seu plano era ser campeão mundial e retornar a Europa

Guerrero afirma que seu plano era ser campeão mundial e retornar a Europa

Por Meu Timão

Guerrero deu uma boa entrevista ao SporTV

Guerrero deu uma boa entrevista ao SporTV

Em uma longa entrevista concedida ao Arena SporTV, o peruano Paolo Guerrero afirmou que, seu plano inicial no Coringão, era ser campeão do mundo e depois retornar para o Velho Continente.

Autor dos dois gols do time no Mundial, contra Al-Ahly e Chelsea, o atacante resolveu ficar, comemorou mais títulos em 2013 e hoje é o principal ídolo da nação alvinegra.

- Nunca revelei isso, mas quando vim para o Corinthians a minha intenção era ficar na Europa. Eu queria sair do Hamburgo, onde estava há seis anos, e quando estava de férias no Peru chegou uma proposta que eu não sabia muito a respeito. A decisão seria dos meus pais e quando contei a eles, ficaram frios. Não sabiam de quem se tratava e brigaram comigo: 'Como você vai sair da Europa para voltar para a América do Sul? A sua vida é lá há dez anos, fique mais'. Falei que não, que o time tinha acabado de ganhar a Libertadores, que ia jogar o Mundial e que eu queria ganhá-lo. Meus pais ficaram bravos: 'A imprensa dirá que você baixou o seu nível, você tem possibilidades na Europa' . Assinei e meu objetivo na cabela era ganhar o Mundial e voltar para a Europa, vim só para o Mundial. Mas peguei muito carinho pelo Corinthians, fiquei feliz e estou até hoje aqui - relatou o camisa 9 do Timão.

O atacante afirmou ainda que toma todas as decisões de sua carreira com ajuda de da mãe, Petronila Gonzales, e do pai, José Guerrero. Com contrato até a metade do próximo ano apenas, certamente aproveitará as férias para conversar com eles a renovação, que ele deixa nas mãos da diretoria.

- Sempre disse que quero renovar. Estou esperando a decisão. Sou agradecido com o torcedor, com a comissão técnica, gosto de morar em São Paulo, então minha intenção é a de ficar. Deixo com meus empresários. Depois das férias tenho uma reunião com eles. Agora estou apenas focado no último jogo, pois esperamos ficar com o terceiro posto para ter a vaga definida na Libertadores - diz, sobre o jogo contra o Criciúma, sábado, que pode fazer o time terminar o Brasileirão em terceiro, garantido na fase de grupos da Libertadores.

Ainda sobre a vinda ao Timão em 2012, Guerrero conta que não voltou para a Europa para buscar suas coisas, o que fez com que ele tivesse que gastar muito dinheiro aqui no Brasil.

- Ia no shopping quase todo dia comprar roupas, vim com poucas e às vezes ia com a mesma treinar. Vocês sabem que meu estilo não é assim, tento vir sempre arrumadinho, né? (risos). Não tinha quase roupas no Peru. Vim com uma mala e fiquei - recorda-se.

Veja Mais:

  • Clayton disputou 14 jogos, marcando dois gols

    Corinthians e Atlético-MG finalizam últimos detalhes para devolução de Clayton

    ver detalhes
  • Romero, Jô, Rodriguinho e Fagner, personagens do PES 2018

    Presença do Corinthians na demo de PES 2018 é anunciada pela Konami; veja novo trailer do game

    ver detalhes
  • Clayton está liberado para voltar ao Atlético-MG

    Bom negócio? Torcedores de Corinthians e Atlético-MG repercutem devolução de Clayton

    ver detalhes
  • Carille definiu os jogadores que iniciam o duelo contra a Chapecoense

    Carille saca Clayson, mantém Jadson fora e escala Corinthians para enfrentar Chapecoense

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes