Guerrero diz à rádio espanhola que quer voltar ao futebol europeu

Guerrero diz à rádio espanhola que quer voltar ao futebol europeu

Por Meu Timão

9.1 mil visualizações 210 comentários Comunicar erro

Atacante revelou o desejo de atuar na Europa

Atacante revelou o desejo de atuar na Europa

Foto: Marcelo Machado de Melo

No começo da semana, Paolo Guerrero participou de um programa futebolístico em uma rádio espanhola e assumiu a vontade de atuar no velho continente. Com seu contrato terminando em julho, o atleta já pode assinar um pré-contrato com qualquer outra equipe e prefere não falar sobre o futuro. As informações são da Gazeta.

Apesar de ter assumido que está feliz no Timão e que, no território brasileiro, só atua pelo alvinegro paulista, Paolo Guerrero surpreendeu ao se mostrar animado por voltar a jogar na Europa. Ao ser perguntado sobre um eventual retorno ao Velho Continente, Guerrero revelou que era para isso ter acontecido há dois anos, após a final do Mundial de Clubes da Fifa.

- Sim, eu gostaria de voltar à Alemanha. Aliás, minha intenção era voltar (à Europa) depois do Mundial de Clubes. A ideia inicial era vir ao Brasil para ganhar o Mundial de Clubes e voltar para a Europa. Mas não foi possível, porque o Corinthians fechou a porta a todo mundo - contou o atleta, que preferiu não dar maiores detalhes sobre o seu futuro.

- Não tenho nada definido aqui, em julho meu contrato acaba. Vamos ver. Estou tranquilo, estudando todas as situações que podem me apresentar. Ainda tenho tempo para tomar minha decisão - comentou Paolo, que aguarda a eleição presidencial do dia 7 de fevereiro para ter uma definição mais assertiva sobre a continuidade no Timão.

Apesar de ter participado integralmente da pré-temporada do Alvinegro até o momento, viajando aos Estados Unidos e apresentando-se como titular em todos os jogos-treino, contra Colônia e Bayer Leverkusen (pela Copa Flórida) e diante do Corinthian-Casuals, em amistoso festivo no último sábado, Guerrero manifestou interesse em disputar qualquer campeonato competitivo, seja no Brasil ou no exterior.

- Seria tentador estar no Espanhol, por exemplo, com Messi, Neymar e outros. Não defini nada, mas tenho vontade de disputar qualquer campeonato em que o nível de competição é alto - finalizou.

Veja Mais:

  • Vôlei alvinegro começa sua caminhada na Superliga nesta semana

    Brasileirão, estreia na Superliga e final no feminino: a semana de compromissos do Corinthians

    ver detalhes
  • Roger marcou o segundo gol corinthiano no duelo deste domingo

    Corinthians vira nos acréscimos, mas ainda leva gol de empate e tropeça no Vitória

    ver detalhes
  • Corinthians empatou com o Vitória em 2 a 2 nesta rodada

    Concorrentes tropeçam, e Corinthians abre leve distância para Z4; veja classificação

    ver detalhes
  • Ralf foi eleito craque da partida no entendimento dos torcedores do Corinthians

    Veteranos são eleitos 'craques' do Corinthians no Barradão; Avelar beira nota zero

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes