Corinthians renova patrocínio e aguarda assinatura do contrato

10 mil visualizações 59 comentários

Caixa continua no Corinthians por até o final da temporada

Caixa continua no Corinthians por até o final da temporada

O Corinthians está muito próximo de renovar o seu contrato de patrocínio com a Caixa Econômica Federal. O acordo foi selado, mas ainda falta a assinatura do contrato para se tornar oficial.

O novo acordo será válido até o final de 2015 e renderá ao Timão R$ 30 milhões - mesmo valor pago em 2013. Além disso, o clube também pode receber bônus por possíveis títulos nos campeonatos disputados durante a temporada (Campeonato Paulista e Brasileiro, Libertadores, Copa do Brasil e, até um provável Mundial de Clubes).

O contrato entre as duas partes será assinado nessa terça-feira e, somente após isso, o clube anuncia oficialmente.

Veja Mais:

  • Grupo com maioria de palmeirenses compareceu a ato contra corinthianos na Avenida Paulista

    Grupo responde manifestação pró-democracia de corinthianos em tom de ameaça

    ver detalhes
  • Corinthians corre risco de cruzeirar e também ter pontuação negativa no brasileirão?

    VÍDEO: Corinthians corre risco de cruzeirar e também ter pontuação negativa no brasileirão?

    ver detalhes
  • Carlão vestiu as cores do Corinthians entre 2005 e 2008

    Título, queda e reestruturação: Carlão relembra trajetória de extremos no Corinthians

    ver detalhes
  • Atacante teve passagem curta no Fortaleza antes de rumar à Europa

    Setorista do Fortaleza se surpreende com iminente chegada de Léo Natel ao Timão: 'Bom para Série B'

    ver detalhes
  • 'Quero ir embora!': Cássio só não saiu do Corinthians por um motivo

    VÍDEO: 'Quero ir embora!': Cássio só não saiu do Corinthians por um motivo

    ver detalhes
  • Roberto de Andrade explica contratação de quarteto no Corinthians e cita até problema familiar

    VÍDEO: Roberto de Andrade explica contratação de quarteto no Corinthians e cita até problema familiar

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: