Primeiro passo foi dado: Corinthians se reúne com empresários de Guerrero

Primeiro passo foi dado: Corinthians se reúne com empresários de Guerrero

Corinthians retoma conversas sobre negociação de Guerrero

Corinthians retoma conversas sobre negociação de Guerrero

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O Corinthians deu o primeiro passo para a renovação do contrato do atacante Paolo Guerrero. A diretoria alvinegra está reunida na tarde dessa terça-feira com o representantes do atleta para discutir sobre um acordo.

Esse é o primeiro encontro após Roberto de Andrade assumir a presidência do clube, que é quem lidera a negociação. O mandatário vai ouvir a nova proposta dos empresários, apresentar as condições do clube e mostrar que o atleta, considerado pela diretoria o melhor centroavante da América do Sul, será valorizado.

O acordo não será selado ainda nessa primeira reunião. Uma próxima data será marcada para que o Corinthians possa apresentar a oferta final pelo atacante peruano.

Paolo Guerrero falou, no domingo, após a vitória contra o Mogi Mirim, pela primeira vez sobre o assunto. O jogador disse estar incomodado com a situação e revelou que já recebeu propostas de outros clubes. O contrato de Guerrero com o Corinthians termina em julho desse ano e o atleta pediu, inicialmente, cerca de 7 milhões de doláres (R$20,4 milhões de reais) para renovar.

Veja Mais:

  • Jô é mais uma vez decisivo para o Timão nos clássicos do Paulista

    'Rei dos clássicos', Jô é decisivo em empate do Corinthians contra o São Paulo

    ver detalhes
  • Corinthians deve enfrentar o Botafogo-SP nas quartas de final

    Conheça o provável adversário do Corinthians nas quartas de final do Paulistão

    ver detalhes
  • Rogério ceni rendeu elogios ao atual treinador do Corinthians

    Rogério Ceni deixa rivalidade de lado para elogiar atitude de Carille

    ver detalhes
  • Jô marcou o único gol do Corinthians no Majestoso

    Atacante é eleito melhor em campo no clássico; lateral tem nova atuação fraca

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes