Para o Corinthians, campeonato de pontos corridos parece ser mais interessante

Para o Corinthians, campeonato de pontos corridos parece ser mais interessante

Por Meu Timão

Corinthians tem mais público nas partidas de pontos corridos

Corinthians tem mais público nas partidas de pontos corridos

Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Enquanto alguns clubes se articulam para tentar implementar a volta do Campeonato Brasileiro no formato de mata-mata, outros já declararam que preferem a permanência dos pontos corridos

A nova diretoria do Corinthians até agora não se manifestou nem a favor nem contra, mas os números mostram que, apesar das emoções da finais, para o clube a melhor opção é a permanência do modelo atual, por dois motivos: bilheteria e planejamento.

Bilheteria

Em uma comparação entre o público do Timão no Brasileirão de 2014 e no Brasileirão de 2002 (último no formato mata-mata) mostra que, mesmo com o Corinthians fazendo a melhor campanha de 2002, se classificando em primeiro lugar na primeira fase e chegando até a final no fase de mata-mata, disputada no Morumbi com público de mais de 60 mil pessoas, o público médio das nossas partidas foi de 22.808 torcedores.

Já a campanha regular do Timão de 2014, terminando o campeonato na quarta colocação, auxiliada pelo programa Fiel Torcedor e o novo estádio da equipe, teve 27% mais público do que a última edição do mata-mata, com uma média de 28.960 torcedores por partida. Ao todo, no formato de pontos corridos de 2014 o Timão teve 6.152 torcedores a mais do que teve em cada partida de 2002.

Planejamento

Em 1998 por exemplo, o campeonato Brasileiro terminou dois dia antes do natal, em 23 de dezembro, acabando com qualquer pré-temporada no ano seguinte, enquanto clubes que ficaram de fora do G8 (zona de classificação para o mata-mata), pararam de jogar no meio de novembro, tendo dois meses de férias forçadas.

A ideia do campeonato acabar tão cedo ou muito tarde vai contra a expectativa do Corinthians de poder negociar com antecedência as partidas da pré-temporada. Com o sucesso da viagem a Flórida em 2015, o Timão espera continuar trabalhando no mesmo modelo nos próximos anos e inclusive já tem o convite para retornar aos Estados Unidos em 2016, mas se o Campeonato Brasileiro encerrar próximo ao natal, as férias dos jogadores inviabilizam qualquer pré-temporada.

Veja Mais:

  • Tite concedeu entrevista na Arena nesta segunda-feira

    Tite explica comemoração na Arena Corinthians; Fagner será titular

    ver detalhes
  • Marcelinho Paulista pode voltar ao Timão para comandar cargo na base

    Ex-volante é cotado para assumir gerência da base do Corinthians

    ver detalhes
  • Carlinhos está recuperado de cirurgia no púbis

    Artilheiro da Copinha faz primeiro treino no Corinthians após cirurgia

    ver detalhes
  • Arana tem sido um dos principais destaques do Corinthians no Paulistão

    Arana passa por tratamento após pancada e pode desfalcar Corinthians na quarta

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes