Corinthians fecha escritório na Europa e poupará cerca de 50 mil euros por ano

Corinthians fecha escritório na Europa e poupará cerca de 50 mil euros por ano

Por Meu Timão

Eleito presidente, Roberto de Andrade já iniciou a gestão 'econômica' de 2015

Eleito presidente, Roberto de Andrade já iniciou a gestão 'econômica' de 2015

Foto: Divulgação

O Corinthians decidiu fechar o escritório que mantinha em Portugal, desde janeiro de 2014. O local, criado para auxiliar nas transferências de jogadores entre o Timão e clubes da Europa, teve seu funcionamento encerrado na última semana. As informações são do repórter Bruno Andrade, do Lancenet.

A decisão foi tomada pelo presidente Roberto de Andrade, que assumiu o cargo nesta temporada. O custo para manter o escritório funcionando era de 4 mil euros por mês - cerca de R$ 14 mil. Além disso, o gerente de futebol da base, Afonso Luiz Armonia, responsável pela administração do local, deverá ser demitido em breve.

Com o 'bolso apertado', Roberto de Andrade começa a colocar as finanças do clube em dia. Nesta segunda-feira, o Corinthians quitou a última pendência que tinha com os agentes de Paulinho, ex-jogador do clube. O clube também espera economizar cerca de R$ 5 milhões com um corte de quase 100 atletas das categorias de base do Alvinegro.

Veja Mais:

  • Corinthians tem clássico contra São Paulo marcado para a manhã deste domingo

    Dois jogos abrem a 25ª rodada do Brasileirão neste sábado; rival vence e ultrapassa Grêmio

    ver detalhes
  • Embalada, equipe de vôlei do Corinthians está na semi do Paulista

    Corinthians/Guarulhos despacha São José e vai à semifinal do Campeonato Paulista

    ver detalhes
  • Último treino aconteceu com a presença da Fiel na Arena Corinthians

    Em treino aberto na Arena, Carille define escalação do Corinthians para o Majestoso

    ver detalhes
  • Fiel fez muito bonito na Arena Corinthians neste sábado

    Torcida 'lota' Arena e faz bonita festa em último treino do Corinthians antes do clássico

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes