Por 'amor difícil de explicar', Sheik promete dedicação até 'último minuto de contrato'

11 mil visualizações 66 comentários

Por Meu Timão

Emerson Sheik durante a partida entre Corinthians x Santos

Emerson Sheik durante a partida entre Corinthians x Santos

Daniel Augusto/ Agência Corinthians

O Corinthians vive situações muito distintas dentro e fora do campo. Invicto nas duas competições que disputa, com a melhor campanha do Paulistão e com artilheiros na equipe, nem parece que, fora dos gramados, existe uma grande crise financeira no clube.

Muitos jogadores não recebem seus direitos de imagem há meses e casos, como Sheik e Guerrero, aguardam uma solução financeira para dar início a renovação de seus contratos com o Timão.

O camisa 11, que tem contrato válido com o Corinthians até 31 de julho desse ano, garante que não deixará isso afetar em seu desempenho dentro de campo.

"Até o último minuto do meu contrato, independentemente de renovação ou final de Libertadores, vou trabalhar e ser esse Emerson que vocês tem visto em 2015", declarou.

"Sou um cara um pouquinho privilegiado porque tem algumas pessoas que gostam muito do meu futebol. Gostaria muito de não só estender meu contrato, mas terminar minha carreira aqui. Tenho um amor difícil de explicar pelo Corinthians e por tudo que envolve o clube. Estou gostando de cada treino, cada jogo. Gostando até de concentração agora no final", declarou.

Apesar das dívidas, o desempenho da equipe só cresce. E não só do time. Guerrero, por exemplo, que vive fase de instabilidade, é o artilheiro do ano. Sheik, que também ainda não sabe sobre seu futuro, é um dos melhores jogadores da atual temporada.

Segundo o atacante, o bom desempenho dentro de campo é fruto da confiança que o grupo deposita na atual diretoria.

"A parte financeira, em se tratando do elenco que temos, do tempo de trabalho que tem com esses mesmos dirigentes, não atrapalha em nada. Existe uma confiança grande em tudo que nos é passado. A gente entende que o momento não é fácil, que tem coisas a serem resolvidas, mas tem confiança de que vai dar tudo certo", explicou Sheik, após o empate contra o Santos, nesse domingo.

"É uma diretoria que sempre esteve presente nos momentos de alegria, de tristeza, é importante ressaltar ao torcedor que os atletas estão 100% abraçados com a diretoria, pois temos 100% de confiança nessa diretoria séria", afirmou o atacante.

Veja Mais:

  • Cássio chegou ao Corinthians em janeiro de 2012; Fagner, que subiu para a equipe profissional em 2006, retornou ao clube em 2014

    Corinthians tem conversas adiantadas para renovações com Cássio e Fagner; veja detalhes

    ver detalhes
  • Jogadores do Corinthians aplaudiram torcida no final da última partida em casa na temporada 2021

    Euforia em gol de Renato Augusto e ida à Libertadores marcam bastidores do empate do Corinthians

    ver detalhes
  • Corinthians decidirá a final do Paulista Feminino diante da Fiel com casa lotada

    Corinthians confirma ingressos esgotados para a final do Paulista Feminino na Neo Química Arena

    ver detalhes
  • Willian e Renato Augusto foram os principais nomes do Corinthians no empate contra o Grêmio

    Corinthians mantém quarta posição ao fim da 37ª rodada do Brasileirão; veja tabela completa

    ver detalhes
  • Danilo Avelar deve deixar o Corinthians em 2022

    Danilo Avelar recebe propostas e pode deixar o Corinthians em 2022

    ver detalhes
  • É por isso que Willian já assusta os rivais do Corinthians para 2022

    VÍDEO: É por isso que Willian já assusta os rivais do Corinthians para 2022

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x