Empresário ajudará Timão por Riquelme

Alejandro Bouza, agente de Defederico, tem boa relação com dirigentes do Boca Juniors
Riquelme deve estar no centenário

Riquelme deve estar no centenário

Alejandro Bouza, agente de Defederico, tem boa relação com dirigentes do Boca Juniors

Depois do adiamento da viagem do diretor de marketing do Corinthians, Luís Paulo Rosenberg, a Buenos Aires, na Argentina, um novo personagem entrou em cena na negociação para contratar Riquelme: Alejandro Bouza, agente do também argentino Defederico.

O empresário se reuniu com Rosenberg, no Parque São Jorge, na última terça-feira. Além de tratar de questões contratuais de seu jogador, Bouza falou sobre a possível negociação de parte dos direitos econômicos do camisa 10 para o Grupo Sonda, caso a chegada de Riquelme se concretize. Atualmente, o Corinthians detém 80% do meia – os outros 20% são do agente.

Defederico e Dentinho são dois dos jogadores do Corinthians que interessam aos investidores, que bancarão os US$ 2,5 milhões (R$ 4,3 milhões) da multa rescisória de Riquelme com o Boca Juniors (ARG).

Bouza voltou para Buenos Aires na noite de quarta-feira com a missão de usar sua influência na Argentina para facilitar a negociação. Acredita que o bom relacionamento com o diretor técnico do Boca, Carlos Bianchi, e o fato de agenciar amigos de R10 – como Mariano Torres, atualmente no Náutico, e Federico Insúa, meia titular do Boca – podem ajudar na contratação do astro mundial.

Rosenberg, irritado com o vazamento das informações sobre valores e a data da reunião, que brecaram as negociações, espera um retorno de Bouza para decidir a nova data do encontro com representantes do Sonda e diretores do Boca.

Os argentinos divergem quanto a permanência do ídolo. Enquanto o presidente do clube, Jorge Ameal, diz que a intenção é renovar o contrato do meia, que acaba em junho de 2010, o vice-presidente, José Beraldi, alerta que as cifras são altas para um clube em crise financeira.

Riquelme prometeu ao antigo presidente do Boca, Pedro Pompilio, falecido em outubro de 2008, que cumpriria seu contrato até o fim. Mas a não classificação do clube argentino para a próxima Libertadores pode fazê-lo aceitar o Timão.

Mariano Torres: Clube paulista em 2010

O meia Mariano Torres, que está no Náutico, deve disputar o Paulistão-2010. O argentino, que pertence ao Boca Juniors (ARG), era um dos melhores amigos de Riquelme.

Ele veio por empréstimo ao Corinthians, no fim de agosto, graças a um favor do clube paulista a Bouza. Para não perder o prazo da janela de transferências internacionais, que se encerrou em 31 de agosto, o Timão o contratou para, posteriormente, repassá-lo ao Náutico até o fim do Brasileirão.

Para ajudar na adaptação do craque no Brasil, Torres deve ficar em São Paulo no ano que vem. Ele pode, inclusive, ficar treinando no Corinthians até a definição. O Rio Branco, de Americana (SP), é um outro provável destino do argentino.

Fonte: Lancenet

Empresário ajudará Timão por Riquelme Empresário ajudará Timão por Riquelme 0

Veja Mais:

  • Arena Corinthians tem negociação dos NR atrasada há mais de três anos

    Arena Corinthians confirma tentativa de NR, mas expõe falta de garantias de novo patrocinador

    ver detalhes
  • Acertado com Corinthians, Luidy deixará o CRB apenas no fim da temporada

    Valor à vista, salários gradativos e até carro popular: dirigente explica venda de Luidy ao Timão

    ver detalhes
  • Walter vem sendo reserva de Cássio desde 2013, quando chegou ao Corinthians

    Walter volta a negar especulação de rivais, mas cogita ser negociado pelo Corinthians

    ver detalhes
  • Corinthians já jogou no estádio de Cuiabá em maio de 2015

    Santa Cruz vende mando, e Corinthians voltará à Arena Pantanal

    ver detalhes

Riquelme cairá bem no elenco do Corinthians

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes