Guerrero: primeiro boletim tranquiliza, mas Timão aguarda resultado definitivo

Guerrero: primeiro boletim tranquiliza, mas Timão aguarda resultado definitivo

Por Meu Timão

Guerrero está internado com suspeita de dengue

Guerrero está internado com suspeita de dengue

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

O primeiro boletim médico sobre a saúde do atacante Guerrero é animador. Internado desde a manhã desse sábado, o quadro do jogador indica uma possível dengue. Porém, o primeiro exame feito ainda nesse sábado, deu negativo para a doença.

"O Guerrero teve febre, a princípio ele melhorou e achamos que será tranquilo. Um primeiro boletim médico não acusou dengue", declarou o médio Julio Stancati, logo após a vitória contra a Ponte Preta.

O jogador começou a se sentir mal na noite dessa sexta-feira e, apesar de ter sido medicado, não apresentou melhora. Segundo o médico, a recuperação é algo que depende apenas de Guerrero.

Paolo Guerrero ficará internado, pelo menos, por três dias no Hospital São Luiz, em São Paulo. Vale lembrar que a dengue não é detectada nos primeiros exames. Por vezes, o vírus pode ser encontrado apenas no terceiro dia de sintomas. Por isso, o Corinthians ainda espera o resultados dos exames posteriores.

Mesmo que o resultado dê negativo nos próximos dias, o atacante já está fora do jogo contra o San Lorenzo, na próxima quinta-feira, pela Copa Libertadores.

Veja Mais:

  • Jô é mais uma vez decisivo para o Timão nos clássicos do Paulista

    'Rei dos clássicos', Jô é decisivo em empate do Corinthians contra o São Paulo

    ver detalhes
  • Corinthians deve enfrentar o Botafogo-SP nas quartas de final

    Conheça o provável adversário do Corinthians nas quartas de final do Paulistão

    ver detalhes
  • Rogério ceni rendeu elogios ao atual treinador do Corinthians

    Rogério Ceni deixa rivalidade de lado para elogiar atitude de Carille

    ver detalhes
  • Jô marcou o único gol do Corinthians no Majestoso

    Atacante é eleito melhor em campo no clássico; lateral tem nova atuação fraca

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes