Mortes na Pavilhão Nove podem ter sido causadas por policiais, diz jornal

Mortes na Pavilhão Nove podem ter sido causadas por policiais, diz jornal

Por Meu Timão

Polícia Civil investiga culpados da morte de oito membros da Pavilhão Nove

Polícia Civil investiga culpados da morte de oito membros da Pavilhão Nove

Foto: Reprodução Facebook

A Polícia Civil de São Paulo começou a trabalhar com a possibilidade da chacina na sede da torcida organizada do Corinthians Pavilhão Nove ter sido realizada por policiais militares. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

Investigando os possíveis responsáveis pela morte de oito torcedores do Timão na madrugada de domingo, dia do clássico contra o Palmeiras, o DHPP (Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa) ouviu algumas testemunhas do caso. Segundo elas, policias teriam ido à sede da torcida, na Zona Oeste de São Paulo, uma semana antes da tragédia. Eles teriam agredido alguns membros da torcida e prometido um retorno.

Os principais suspeitos são policiais da Força Tática da PM de Osasco, região metropolitana de São Paulo. Os oito torcedores foram assassinados dentro da quadra da torcida, enquanto pintavam bandeiras para a partida contra o Palmeiras.

Entre as vítimas da chacina estavam Ricardo Junior Leonel do Prado, de 34 anos, André Luiz Santos de Oliveira, de 29 anos, Mateus Fonseca de Oliveira, de 19 anos, Jhonatan Fernando Garzillo, de 21 anos, Marco Antônio Corassa Junior, de 19 anos, Mydras Schmidt, de 38 anos, Jonathan Rodrigues do Nascimento, de 21 anos e Fabio Neves Domingos, de 34 anos.

Veja Mais:

  • Arana pode se transferir para a Inter de Milão nos próximos dias

    Com oferta na mão, Corinthians espera retorno de presidente para definir venda de Arana

    ver detalhes
  • Filha dá resposta sensacional ao pai palmeirense: 'Vai, Corinthians'

    Pai força garotinha a cantar música do Palmeiras, e ela surpreende com um 'Vai, Corinthians!'

    ver detalhes
  • Corinthians optou por não utilizar redes sociais em respeito ao momento

    Corinthians suspende redes sociais em dia de velório coletivo da Chapecoense

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians se despediu da Arena no empate por 0 a 0 com o Atlético-PR

    Maior do país, público do Corinthians é duas vezes a média do Brasileirão 2016

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes