Para Fábio Santos expulsão foi injusta, mas 'vão tentar achar um culpado'

Para Fábio Santos expulsão foi injusta, mas 'vão tentar achar um culpado'

Por Meu Timão

Para lateral, lance foi normal e ele não merecia ser expulso

Para lateral, lance foi normal e ele não merecia ser expulso

Foto: Eduardo Viana/LANCE!Press

Entre todos os jogadores do Timão, o mais abalado era Fábio Santos. O lateral foi expulso aos sete minutos do segundo tempo e deixou o Corinthians com um jogador a menos por boa parte da partida.

"Hoje eu não vi o lance ainda para falar a verdade. No meu modo de ver, não foi justa. Foi uma dividida normal. Mas não tem mais volta, não adianta ficar se remoendo. Vai ser difícil dormir. Isso tem prejudicado a equipe", lamentou.

Essa não é a primeira expulsão de Fábio Santos na competição. Na estreia do Timão na Libertadores, contra o Once Caldas, o lateral foi expulso nos últimos minutos da partida.

"Eu não vi o lance, no meu modo de ver eu acabei não acertando ele. Mas ficar com um jogador a menos prejudica bastante. Eu cheguei a girar de lado, é a lei da física. O pé continua subindo um pouquinho. Achei que foi injusta, mas óbvio que vão tentar achar um culpado", disse.

Mesmo com a eliminação, o lateral garante que a equipe não sofreu um vexame e que o mérito foi da equipe paraguaia. "É difícil falar se foi vexame ou não. Muito mérito da equipe do Guarani. Agora a gente tem que recuperar a auto-estima de todo mundo que está abalada, porque sábado já tem jogo", declarou.

Um dos assuntos mais comentado durante as últimas semanas, também foi lembrado pelo lateral. Fábio Santos garantiu que o atraso no pagamentos dos direitos de imagem dos atletas não influenciou em mais uma eliminação.

"Não é porque está atrasado que a gente está desclassificado. Hoje não é dia de falar muita coisa, está todo mundo de cabeça quente, todo mundo chateado. Agora é se abraçar um no outro, tentar se recuperar. A gente sabe que sábado tem outro jogo no Campeonato Brasileiro", disse.

"A repercussão é negativa, até porque é uma eliminação, a gente tem que tentar absorver rapidamente. A gente sabe que o torcedor sofre com a eliminação. É tentar recuperar a confiança que está um pouco abalada. A gente confia no trabalho da diretoria para que tudo seja quitado e cabe a nós trabalhar agora", finalizou.

Veja Mais:

  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes
  • Filha dá resposta sensacional ao pai palmeirense: 'Vai, Corinthians'

    Pai força garotinha a cantar música do Palmeiras, e ela surpreende com um 'Vai, Corinthians!'

    ver detalhes
  • Gaviões da Fiel se unirá as outras torcidas organizadas paulitas neste domingo

    Organizadas rivais de São Paulo se unem em evento no Pacaembu em homenagem à Chape

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes