Corinthians entra na briga por meia do Boca Juniors, diz imprensa argentina

Corinthians entra na briga por meia do Boca Juniors, diz imprensa argentina

Por Meu Timão

Marcelo Meli, de costas, jogando pelo Boca Juniors

Marcelo Meli, de costas, jogando pelo Boca Juniors

Foto: Reprodução/Twitter

O Corinthians entrou na briga para contratar Marcelo Meli, do Boca Juniors, segundo a imprensa Argentina. O meia também está na mira do Benfica, de Portugal, que já se preocupa com a concorrência do Timão na contratação do atleta de 22 anos.

Formado nas categorias de base do Atlético Colón, Marcelo Meli foi contratado pelo Boca em 2014 por aproximadamente R$2 milhões. Meli estreou em agosto do mesmo ano, na derrota por 3 a 1 contra o Estudiantes. Desde então, o atleta chegou a ganhar a titularidade, participou da boa campanha do Boca na primeira fase da Libertadores da América de 2015, mas acabou perdendo espaço recentemente e atualmente figura no banco de reservas.

Em entrevista à rádio "América", o empresário do jogador, Fernando Hidalgo, confirmou o interesse do Benfica e de um clube brasileiro, mas sem revelar o nome: "Há também a possibilidade de o jogador ir para o Brasil".

Considerado meia, mas com características de marcação e chegada como elemento surpresa no ataque, o atleta tem o estilo de jogo semelhante ao de Elias.

Veja Mais:

  • Final da Flórida Cup 2017, único revés em mata-mata para o Corinthians no Século 21

    Após seis triunfos, Timão perde primeiro mata-mata para o São Paulo no Século 21

    ver detalhes
  • Não agradou - Titular no Majestoso, Guilherme teve atuação discreta na decisão da Florida Cup

    Meia do Corinthians tem nota próxima do zero após empate

    ver detalhes
  • Timão disputou primeiro clássico de 2017 na noite deste sábado

    Clássico termina empatado e Corinthians perde título para rival nos pênaltis

    ver detalhes
  • Marquinhos Gabriel foi chutado por Bruno

    Marquinhos Gabriel leva chute na cabeça; árbitro ignora, mas expulsa Kazim e Maicon

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes