Corinthians entra na briga por meia do Boca Juniors, diz imprensa argentina

Corinthians entra na briga por meia do Boca Juniors, diz imprensa argentina

Por Meu Timão

Marcelo Meli, de costas, jogando pelo Boca Juniors

Marcelo Meli, de costas, jogando pelo Boca Juniors

Foto: Reprodução/Twitter

O Corinthians entrou na briga para contratar Marcelo Meli, do Boca Juniors, segundo a imprensa Argentina. O meia também está na mira do Benfica, de Portugal, que já se preocupa com a concorrência do Timão na contratação do atleta de 22 anos.

Formado nas categorias de base do Atlético Colón, Marcelo Meli foi contratado pelo Boca em 2014 por aproximadamente R$2 milhões. Meli estreou em agosto do mesmo ano, na derrota por 3 a 1 contra o Estudiantes. Desde então, o atleta chegou a ganhar a titularidade, participou da boa campanha do Boca na primeira fase da Libertadores da América de 2015, mas acabou perdendo espaço recentemente e atualmente figura no banco de reservas.

Em entrevista à rádio "América", o empresário do jogador, Fernando Hidalgo, confirmou o interesse do Benfica e de um clube brasileiro, mas sem revelar o nome: "Há também a possibilidade de o jogador ir para o Brasil".

Considerado meia, mas com características de marcação e chegada como elemento surpresa no ataque, o atleta tem o estilo de jogo semelhante ao de Elias.

Veja Mais:

  • Prestes a completar 100 jogos, Rodriguinho se declara ao Corinthians

    Prestes a completar 100 jogos, Rodriguinho se declara ao Corinthians

    ver detalhes
  • Rapper americano fanático pelo Corinthians visita o CT e vira 'brother' de Kazim

    [Marco Bello] Rapper americano fanático pelo Corinthians visita o CT e vira 'brother' de Kazim

    ver detalhes
  • Provável nova camisa um do Corinthians

    Um dia antes de lançamento, vaza mais uma imagem da nova camisa do Corinthians

    ver detalhes
  • Jô é um dos titulares confirmados por Carille neste domingo

    Em último treino, Carille confirma escalação do Corinthians para o Majestoso

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes