Corinthians entra na briga por meia do Boca Juniors, diz imprensa argentina

Corinthians entra na briga por meia do Boca Juniors, diz imprensa argentina

Por Meu Timão

Marcelo Meli, de costas, jogando pelo Boca Juniors

Marcelo Meli, de costas, jogando pelo Boca Juniors

Foto: Reprodução/Twitter

O Corinthians entrou na briga para contratar Marcelo Meli, do Boca Juniors, segundo a imprensa Argentina. O meia também está na mira do Benfica, de Portugal, que já se preocupa com a concorrência do Timão na contratação do atleta de 22 anos.

Formado nas categorias de base do Atlético Colón, Marcelo Meli foi contratado pelo Boca em 2014 por aproximadamente R$2 milhões. Meli estreou em agosto do mesmo ano, na derrota por 3 a 1 contra o Estudiantes. Desde então, o atleta chegou a ganhar a titularidade, participou da boa campanha do Boca na primeira fase da Libertadores da América de 2015, mas acabou perdendo espaço recentemente e atualmente figura no banco de reservas.

Em entrevista à rádio "América", o empresário do jogador, Fernando Hidalgo, confirmou o interesse do Benfica e de um clube brasileiro, mas sem revelar o nome: "Há também a possibilidade de o jogador ir para o Brasil".

Considerado meia, mas com características de marcação e chegada como elemento surpresa no ataque, o atleta tem o estilo de jogo semelhante ao de Elias.

Veja Mais:

  • Clayton disputou 14 jogos, marcando dois gols

    Corinthians e Atlético-MG finalizam últimos detalhes para devolução de Clayton

    ver detalhes
  • Romero, Jô, Rodriguinho e Fagner, personagens do PES 2018

    Presença do Corinthians na demo de PES 2018 é anunciada pela Konami; veja novo trailer do game

    ver detalhes
  • Clayton está liberado para voltar ao Atlético-MG

    Bom negócio? Torcedores de Corinthians e Atlético-MG repercutem devolução de Clayton

    ver detalhes
  • Carille definiu os jogadores que iniciam o duelo contra a Chapecoense

    Carille saca Clayson, mantém Jadson fora e escala Corinthians para enfrentar Chapecoense

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes