Em missão de consertar clube, presidente diz: 'Não vai existir Corinthians amanhã se não cuidarmos do hoje'

Em missão de consertar clube, presidente diz: 'Não vai existir Corinthians amanhã se não cuidarmos do hoje'

Por Meu Timão

Roberto de Andrade acabou com algumas dúvidas do torcedor

Roberto de Andrade acabou com algumas dúvidas do torcedor

Foto: Marcelo Machado/Ag. Corinthians

A coletiva de imprensa concedida pelo presidente Roberto de Andrade, nesta sexta-feira, no CT Dr. Joaquim Grava, trouxe à tona questões que todo torcedor corinthiano buscava saber há tempos.

Além de anunciar o pedido de demissão do diretor de futebol Sergio Janikian, o fim definitivo do contrato de Emerson Sheik, deixar indícios claros da também não renovação de Paolo Guerrero e do jovem Matheus Cassini, falou sobre sua gestão atual no Corinthians e nas questões que dizem respeito as suas decisões.

Confira tudo o que rolou na coletiva de Roberto de Andrade:

Guerrero

Enquanto nós não arrumarmos as finanças, não tenho como assumir. Eu poderia fazer a renovação e no dia de pagar não vai ter. Enquanto eu estiver aqui, vou lutar com as minhas forças para que isso não aconteça. O Corinthians não deve salário a ninguém, nem ao mais simples funcionário. O que tem são luvas divididas e premiações. Estamos correndo para saldar.

Gostaria muito de poder fazer, mas a situação que se encontra hoje, pela economia, pelas receitas menores, não tem como assumir compromisso. Ele é um jogador de alta qualidade". Em outro momento, Roberto disse: "Vamos sentir a falta dele.

Seria um presente, mas o Corinthians não pode se comprometer com o valor que não vai ter como pagar. Achei melhor seguir assim. O Corinthians é muito grande, com jogadores qualificados. Vamos sentir a falta dele, mas o Corinthians segue forte para o título brasileiro.

Tenho a agradecer o Bruno e o Guerrero. Pelo que estou sentindo...não vou afirmar porque é difícil pensar com a cabeça dos outros. O contrato vai até o meio de julho, ele é atleta do Corinthians até julho, mas acho difícil que mude os números.

Sobre a sondagem do Flamengo

Eu não tenho conhecimento disso. Com menos de seis meses de contrato, a negociação não precisa passar pelo clube. É um fato que negocia direto com o atleta, espera o fim do contrato e vai trabalhar onde quiser. O Corinthians não teve contato com o Flamengo e nenhum outro clube. Para onde ele vai não compete a mim ficar perguntando.

Andrés

Ninguém paga a conta com carinho. O fato de ter dito isso é porque ele é um pouco mais claro do que eu. O que ele pensa, fala. Eu posso até falar o que penso, mas penso um pouco mais. Ele é mais objetivo. Mas não tem problema, não mudou nada

Sobre sua própria gestão

Não vai existir o Corinthians amanhã se não cuidarmos do hoje. O amanhã chega muito rápido. Em algum momento isso teria que acontecer. Se chegou na minha vez de consertar o clube, o meu compromisso é com o Corinthians e não com jogadores. Fiz uma promessa a mim mesmo que temos que consertar o Corinthians. Isso passa por algumas cicatrizes.

Torcedor

Peço o apoio do torcedor, frequentando estádio, virando sócio-torcedor. Isso põe o clube em uma situação melhor. A maior dificuldade é 2015. A partir de 2016 vamos ter uma vida um pouco melhor e em 2017 melhor ainda. Mas temos de fazer alguns ajustes e vamos fazer.

Pato

Na realidade, é uma soma. Não é uma autocrítica. Quando fizemos o negócio com o Pato, tínhamos dinheiro e tudo pronto. O que não deu certo foi jogar no Corinthians. Se eu soubesse isso, não teria trazido. Estamos em 2015. O que aconteceu de lá para cá foi que a receita diminuiu.

Hoje, não podemos nem sonhar com um atleta como o Pato. Não foi irresponsabilidade. Perdemos a receita e temos de viver com o que existe no clube hoje.

Elenco

Dinâmico, você precisa repor. A reposição não será com o nível salarial dos que estão saindo. Talvez, o ganho não seja 100%, porque vamos atrás de outros para compor o grupo e deixar o Corinthians forte.

O Corinthians não vai se enfraquecer. Precisamos ter uma folha menor para estar dentro do que podemos gastar.

Propostas

Não apareceu nada. Não apareceu nada para o Petros. Não existe nada para outro jogador que não seja o Matheus Cassini. O resto é comentário.

Rodriguinho

Ainda não está definido.

Mercado

Queremos o melhor jogador do mundo gastando menos possível. Não só o Corinthians está pensando de forma diferente. Os atletas sabem também que o mercado mudou. Mudou no mundo inteiro. Fora uma meia dúzia, tudo se reduziu.

A Europa passa por dificuldades também. Qualquer jogador valia dez milhões de euros. Hoje, não tem ofertas nem parecidas com essas. Se o atleta não sabe disso, vamos avisá-lo quando chegar aqui. Prefiro fazer uma realidade mais honesta comigo e com quem vem trabalhar

Ralf, Danilo e Fábio Santos

Estamos em maio, tem muita coisa para acontecer. Temos grandes chances de sermos campeões brasileiros. Os contratos vencem no final de dezembro. Não vamos trazer problemas que não existem. Quando chegar para resolver, vamos nos reunir com a comissão e avaliar.

Veja Mais:

  • Oswaldo divulgou lista de relacionados do Corinthians

    Com apenas um desfalque, Corinthians divulga lista de relacionados para enfrentar Cruzeiro

    ver detalhes
  • Corinthians imagina que receberá propostas por Yago e Balbuena

    Corinthians estuda vender zagueiro e intensifica busca por contratação defensiva

    ver detalhes
  • Michel (à esq.) e o sobrinho foram ao Maracanã naquele 23 de outubro

    Terceiro corinthiano solto no Rio desabafa: 'Fui pra ver o jogo, não pra brigar'

    ver detalhes
  • Sub-20 comemorando título do Corinthians/UNIP no futsal

    Sub-20 conquista título estadual e Corinthians fica perto de fim de ano perfeito no futsal

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes