Ronaldo Giovanelli estreia programa em canal de Youtube

Ronaldo Giovanelli estreia programa em canal de Youtube

Por Meu Timão

O ex-goleiro do Corinthians, Ronaldo Giovaneli, encontrou uma maneira de mostrar suas opiniões aos torcedores e fãs. Nessa semana, ele criou o programa "Espalma, Ronaldo!", em seu novo canal do Youtube.

O primeiro episódio já está no ar e tem cerca de dez minutos de duração. A gravação inicia com imagens de grandes defesas feito pelo goleiro nos seus tempos de glórias. Na bancada, fotos dos companheiros de emissora, Neto e Dr. Osmar. No vídeo, inclusive, ele cobra a produção que faltou uma imagem da jornalista Renata Fan.

O programa é cheio de humor, cornetadas aos clubes e jogadores, como Valdivia e Vanderlei Luxemburgo. O ex-jogador também arranca risadas ao brigar, durante a gravação, com o câmera Ramon, que segundo ele não para quieto.

Um dos "quadros" do programa é chamado de "Espalma ou Escorrega", onde o ex-goleiro pede que os torcedores usem os comentários abaixo do vídeo para dar opiniões sobre um assunto específico. Ronaldo também vai dar prêmios durante os vídeos. Nesse primeiro, os torcedores podiam se inscrever para ganhar uma camisa do próprio Ronaldo do Corinthians.

Confira o primeiro vídeo do "Espalma, Ronaldo!"

Veja Mais:

  • Carille pode sofrer desfalques por suspensão na final do estadual

    Com quase um time inteiro pendurado, Carille descarta poupar jogadores na primeira decisão

    ver detalhes
  • Sócios do Fiel Torcedores podem garantir ingressos para jogos do Brasileirão deste ano, na Arena

    Com ingressos a R$ 21, Corinthians lança pacote para o Brasileirão; veja valores

    ver detalhes
  • Torcedor é retirado após insistir em ficar em pé no Setor Oeste

    Vídeo de torcedor sendo retirado pela PM por estar em pé na Arena divide opinião da Fiel; assista

    ver detalhes
  • Fagner em partida contra o São Paulo, pelo Paulistão

    TJD-SP volta atrás sobre julgamento de Fagner, que pode desfalcar Corinthians em decisão

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes