Presidente do River Plate detona Teo Gutiérrez

Presidente do River Plate detona Teo Gutiérrez

Por Meu Timão

Situação complicou para Teo: ou sai do River ou será banco de reservas

Situação complicou para Teo: ou sai do River ou será banco de reservas

Foto: Divulgação

Com a demora para resolver sua situação, o atacante Teo Gutiérrez está se complicando com o River Plate. Nessa quinta-feira, o presidente do time argentino, Rodolfo D'Onofrio, perdeu a paciência e detonou o jogador.

Além do Timão, o Sporting, de Portugal também teria interesse em Teo. O jogador, desde o fim de sua participação na Copa América, está em Barranquilla curtindo as férias com a família. Segundo D'Onofrio ou o colombiano acerta com outro clube ou será reserva no River.

"Teo está em Barranquilla comendo empanadas. Se não houver ofertas quando ele terminar de comer empanadas, terá que voltar. Nós passamos o amor pelo River e a vontade de jogar aqui", detonou o presidente, em coletiva.

"Se isso não acontece, Teo seguirá seu caminho pelo outro lado. Está decidido que Teo não voltará ao primeiro time. Se voltar, terá que treinar com o time reserva", completou.

O Corinthians segue tentando entrar em um acordo pelo jogador. O River Plate quer US$ 3 milhões (R$ 9,3 milhões) por 50% dos direitos econômicos de Teo. O Timão já afirmou que só faz negócio se o time argentino aceitar parcelar.

Enquanto isso, outros clubes vão se interessando pelo atleta, que foi eleito o melhor jogador das Américas na temporada passada. Segundo a imprensa estrangeira, além do Corinthians, Sporting, Villarreal e Sevilla estão interessados no atleta.

Veja Mais:

  • Flávio Adauto não é mais diretor de futebol do Corinthians

    Em nota oficial, Corinthians anuncia saída de Adauto e Piovesan

    ver detalhes
  • Andrade permanece à frente do Corinthians apenas até fevereiro de 2018

    Corinthians estima superávit em 2018; clube pretende arrecadar R$ 50 milhões em vendas

    ver detalhes
  • Júnior Dutra assinou com o Corinthians até dezembro de 2019; único reforço confirmado

    Exato um mês após o título brasileiro, Corinthians tem só um reforço; três são os motivos

    ver detalhes
  • Corinthianos foram presos por horas nas arquibancadas do Maracanã em 2016

    Impunidade após baderna flamenguista expõe exageros da polícia carioca contra Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes