Justiça nega recurso e jornalista da SporTV terá que indenizar ex-jogador da base corinthiana

Justiça nega recurso e jornalista da SporTV terá que indenizar ex-jogador da base corinthiana

Por Meu Timão

Foto publicada pela Placar foi alvo de disputa judicial

Foto publicada pela Placar foi alvo de disputa judicial

Foto: Reprodução / Acervo Placar

O ano era 2001 e a base corinthiana vivia tempos conturbados. Sob o comando de Nesi Curi, a equipe tinha um cenário de intrigas, festas, polêmicas e até mesmo rumores sobre o consumo de drogas dentro dos vestiários.

Na ocasião, o então jornalista na revista Placar, André Rizek, apurou os fatos que culminaram com a expulsão de sete jogadores que eram promessas da equipe corinthiana. E o que aconteceu depois foi o fim da carreira para esses jogadores.

Em especial, para Sergio Simões de Jesus - o Serginho. Segundo o ex-jogador, a matéria foi um marco para sua carreira no pior sentido: depois de ter sido associado com o escândalo, que ele sempre negou, ele jamais conseguiu se estabelecer no futebol.

Na própria matéria, Serginho negou o uso de cocaína - e chegou a afirmar que pediu aos dirigentes que fossem realizados testes anti-droga para detectar as substâncias ilícitas, mas não foi atendido. Desempregado, o então atleta foi procurado pela Placar, e sem saber, sacramentou seu destino.

Tudo graças à uma foto de Serginho com uma legenda sugestiva. Com o fim da carreira o jogador abriu um processo na justiça, que, na última semana parece ter enfim encontrado um final. Serginho entrou na jutiça por danos morais e materiais pediu que fosse indenizado pela Editora Abril e por Rizek, atribuindo à eles o fim de sua carreira como jogador do futebol.

Desde 2008, corre a sentença: o juiz negou a indenização por danos materiais - alegando não ser possível provar que a carreira do jogador tenha sido de fato prejudicada pela reportagem, porém, condenou os danos morais. Com inúmeros recursos a sentença só chega ao fim agora, conforme publicação do Diário Oficial. Pela decisão final do processo, Serginho receberá, além das custas da ação, a quantia de R$50.000 a serem pagas pela Abril e pelo jornalista.

Veja Mais:

  • Corinthians volta a jogar nesta segunda pela Liga Nacional

    Corinthians encara 'reforçado' Sorocaba na primeira final da Liga Nacional

    ver detalhes
  • Pelada registrada no Amapá, onde Caio presenciou o tradicional 'futilama'

    Do Amapá à Antártida: torcedor do Corinthians, fotógrafo percorre o mundo em busca de peladas

    ver detalhes
  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes