Edu Gaspar vê Danilo como exemplo para jovens e relembra saída de 'pilares'

Edu Gaspar vê Danilo como exemplo para jovens e relembra saída de 'pilares'

Por Meu Timão

Edu Gaspar é um dos nomes fortes da atual diretoria do Corinthians

Edu Gaspar é um dos nomes fortes da atual diretoria do Corinthians

Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Sem atuar desde 2011, quando “pendurou as chuteiras”, o ex-jogador Edu Gaspar tem usado sua experiência dentro dos gramados na gestão do Corinthians. Nesta sexta-feira, o gerente de futebol exaltou o meia Danilo, um dos principais atletas do Timão atual, e falou sobre a reformulação do elenco no primeiro semestre.

“O Danilo é especial. Tem uma liderança incrível, mantém um nível de competitividade interna no trabalho. Exemplo para os atletas mais novos e para o time titular mesmo ele estando no banco”, elogiou Edu Gaspar, durante participação no programa “Seleção SporTV”.

O dirigente, no entanto, desconversou sobre a renovação de contrato do armador – o vínculo do camisa 20 expira em 31 de dezembro de 2015. “Nós estamos cuidando e vendo o que é bom para o clube e obviamente para o atleta também. A decisão ainda não está tomada”, acrescentou.

Durante a entrevista, Edu Gaspar foi questionado sobre a reformulação do elenco após a eliminação da Copa Libertadores – na oportunidade, o Timão optou por não estender os contratos de Paolo Guerrero e Emerson Sheik. Além da dupla de ataque titular, o Corinthians negociou o volante Petros, hoje no Real Betis-ESP, e o lateral-esquerdo Fábio Santos, atualmente no Cruz Azul-MEX.

“Em caso de não êxito da Libertadores, teríamos que abrir mão de alguns atletas como aconteceu. Nós já tínhamos previsto internamente que isso poderia acontecer e não teríamos a possibilidade financeira para fazer a reposição no nível dos atletas que saíram”, reconheceu, lembrando da contratação do atacante Rildo e do zagueiro Edu Dracena, ambos a custo zero.

“Temos que ser habilidosos na maneira de contratar, de ir ao mercado. Se nós estamos sem dinheiro, não adianta ir para a América do Sul como Boca e River. Temos que ir para um mercado um pouco mais conservador, uma Série B talvez, e tentar montar um elenco de acordo com o que foi planejado com o presidente”, ponderou.

Veja Mais:

  • Guilherme foi o destaque da atividade coletiva pelo segundo dia consecutivo

    Dupla volta, e Oswaldo vê time titular brilhar em treino do Corinthians; veja a escalação

    ver detalhes
  • Wagner pode reforçar o Corinthians em 2017

    Agente explica situação de Wagner e diz ter acerto contratual com Corinthians

    ver detalhes
  • Jabá sentiu dor na coxa e deixou o treino do Corinthians mais cedo

    Léo Jabá se machuca em treino do Corinthians e deixa campo com dores na coxa

    ver detalhes
  • CT Joaquim Grava ganhou novidades

    Corinthians 'aposenta' decoração do centenário e dá cara nova ao CT Joaquim Grava

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes