Jadson analisa gols do jogo e não se abate com derrota

Jadson analisa gols do jogo e não se abate com derrota

Por Meu Timão

Jadson mostrou otimismo em relação à sequência do Brasileirão

Jadson mostrou otimismo em relação à sequência do Brasileirão

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

O Corinthians não conseguiu vencer o Internacional na noite desta quarta-feira. Mesmo assim, se manteve na liderança da competição. O meia Jadson demonstrou otimismo em relação a sequência do Brasileiro.

"A derrota uma hora ia vir. Claro que a gente não queria que fosse hoje, mas vamos continuar trabalhando que tem muito campeonato pela frente", declarou, na saída do gramado, à TV Globo.

A derrota só veio depois de 17 rodadas sem perder na competição. O Timão estava a um jogo de igualar o maior recorde de jogos invictos da competição. Jadson analisou os gols, marcados por Réver e Valdívia, e por Malcom, no Timão.

"Depois que a gente fez o gol, conseguiu ter o controle da partida. Tomamos um gol de bola parada, que não é comum na nossa equipe, depois em uma jogada da linha de fundo, eles acabaram sendo feliz", finalizou.

O Corinthians volta a campo neste domingo, contra o Santos, na Arena em Itaquera. Mais uma vez, o time joga no horário da manhã, às 11 horas. A equipe retorna a São Paulo no final da tarde desta quinta-feira.

Veja Mais:

  • Wladimir será o mais novo colunista do Meu Timão

    Herói de 77 será colunista do Meu Timão

    ver detalhes
  • Dudu revelou que jogadores do Palmeiras tinham conhecimento de confusão feita pelo árbitro no clássico

    Atacante palmeirense diz por que não avisou árbitro de erro em expulsão de Gabriel

    ver detalhes
  • Jadson treinou nesta quinta-feira e não será problema para final no Moisés Lucarelli

    Jadson volta, e Carille ensaia escalação do Corinthians para primeira decisão do Paulista

    ver detalhes
  • Fiel esgotou bilhetes colocados à venda no Fiel Torcedor

    Em menos de uma hora, torcida do Corinthians esgota ingressos para decisão do Paulista

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes