Confusão entre jogadores e torcedores interrompe semifinal entre Timão e Orlândia

Confusão entre jogadores e torcedores interrompe semifinal entre Timão e Orlândia

Por Meu Timão

Seguranças retiram o torcedor que tentou invadir a quadra com agressividade

Seguranças retiram o torcedor que tentou invadir a quadra com agressividade

Foto: Reprodução / TV

A semifinal entre Orlândia e Corinthians, nesta segunda-feira, foi interrompida por cerca de 20 minutos por causa de uma briga entre os torcedores das duas equipes.

No final do primeiro tempo, quando o Corinthians perdia por 1 a 0, após uma falta mais dura, os jogadores do Corinthians e Orlândia começaram a se desentender dentro da quadra, quando um torcedor, vestido com uma polo branca, invadiu e tentou dar um soco em um jogador do Timão.

A confusão aumentou dentro da quadra, precisando de seguranças do Orlândia para conter os ânimos dos jogadores das duas equipes.

Quando a situação já estava controlado dentro da quadra e a partida poderia ter recomeçado sem maiores problemas, o camisa 89 do Orlândia, o ala Dieguinho, levou três seguranças até o torcedor que invadiu a quadra. Com certo despreparo, os seguranças retiraram o torcedor, que estava sentado na arquibancada, com muita violência, causando uma confusão nas arquibancadas.

Na sequência, os torcedores do Corinthians que estavam do outro lado da arquibancada invadiram o setor onde a confusão acontecia e transformou tudo em uma grande pancadaria.

Com apenas três policiais na parte interna do ginásio, a confusão foi controlado pelos próprios torcedores. Somente após tudo estar mais calmo, outros policiais que estavam na parte externa do ginásio adentraram e encerraram o vergonhoso ocorrido.

Após tudo estar resolvido, o supervisor do Orlândia, Carlos Silva, falou sobre a confusão e disse ser a favor de torcida única em jogos de futsal.

"Temos que nos reunir e entender que o futsal não comporta jogos com duas torcidas, independente do local. Isso não pode acontecer, é torcida única sempre. O policiamento fica do lado de fora, aqui dentro são mais de 100 seguranças particulares", declarou o supervisor.

O técnico do Corinthians, Fernando Ferretti também falou sobre: "O jogo está sendo como tem que ser, a arbitragem é que tem que coibir isso aí. Arbitragem muito mal desde o começo do jogo. Olha o que vai acontecer, o cara que começou a confusão sequer vai tomar cartão", desabafou o treinador.

Depois de tudo acalmado, antes do intervalo, a arbitragem expulsou os jogadores Deivd e Gadeia, do Orlândia, e Neto, do Corinthians.

Veja Mais:

  • Filha dá resposta sensacional ao pai palmeirense: 'Vai, Corinthians'

    Pai força garotinha a cantar música do Palmeiras, e ela surpreende com um 'Vai, Corinthians!'

    ver detalhes
  • Gaviões da Fiel se unirá as outras torcidas organizadas paulitas neste domingo

    Organizadas rivais de São Paulo se unem em evento no Pacaembu em homenagem à Chape

    ver detalhes
  • Arana pode se transferir para a Inter de Milão nos próximos dias

    Com oferta na mão, Corinthians espera retorno de presidente para definir venda de Arana

    ver detalhes
  • Corinthians optou por não utilizar redes sociais em respeito ao momento

    Corinthians suspende redes sociais em dia de velório coletivo da Chapecoense

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes