Campeão, presidente do Palmeiras cita Corinthians e critica jornalistas

Campeão, presidente do Palmeiras cita Corinthians e critica jornalistas

Por Meu Timão

Presidente do Palmeiras rebateu críticas ao Corinthians e ao seu clube do início do ano

Presidente do Palmeiras rebateu críticas ao Corinthians e ao seu clube do início do ano

Foto: Divulgação

Após a conquista da Copa do Brasil, o presidente do Palmeiras, Paulo Nobre, foi crítico com a imprensa esportiva. O mandatário lembrou declarações do início do ano que criticavam duramente seu clube e o Corinthians.

Durante a coletiva após o jogo contra o Santos, nesta quarta-feira, Paulo Nobre reclamou de "alguns especialistas que tentam dar palpite sobre futebol sem entender uma vírgula de futebol" e criticou comentários feitos no início do ano.

"Foi duro no começo do ano aquele relatório do Itaú BBA, que solta uma nota dizendo que o Palmeiras e o Corinthians eram os piores times para se investir em 2015. Penso, será que os patrocinadores de ambos estão insatisfeitos?", questionou o presidente.

O Palmeiras conquistou a Copa do Brasil e é dono da melhor renda bruta no país todo - pelo menos até domingo, quando o Corinthians vai ultrapassar no jogo contra o Avaí. O Timão, outro criticado, termina o ano com a conquista do Campeonato Brasileiro. Os dois times estão classificados para a Copa Libertadores do ano que vem.

Veja Mais:

  • Torcida do Corinthians na capital paulista é do tamanho das três rivais juntas

    Nova pesquisa aponta tamanho da Fiel igual à soma das três torcidas rivais

    ver detalhes
  • Corinthians enfrenta o Brusque nesta quarta-feira, pela Copa do Brasil

    Corinthians inicia semana com decisão pela Copa do Brasil e outro clássico na Arena

    ver detalhes
  • Jadson deve fazer sua reestreia contra o Brusque, em Santa Catarina

    Reestreia de Jadson em Santa Catarina deve ser confirmada nesta segunda-feira

    ver detalhes
  • Cássio falou do bom momento do Corinthians neste início do ano

    Goleiro do Corinthians destaca dedicação, comprometimento e respeito ao comando

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes