Pato ficou 13% mais barato na Europa, mas Corinthians se dá bem com valorização de 45%; entenda

Pato ficou 13% mais barato na Europa, mas Corinthians se dá bem com valorização de 45%; entenda

Por Meu Timão

Após ser comprado do Milan (ITA) por R$ 40 milhões, Pato se apresentou ao Timão em 2013

Após ser comprado do Milan (ITA) por R$ 40 milhões, Pato se apresentou ao Timão em 2013

Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

A provável transferência de Alexandre Pato do Corinthians para o Chelsea é um curioso caso em que ambos os clubes podem se dar bem financeiramente. Por conta da desvalorização da moeda brasileira, o Timão tirará proveito da negociação mesmo o atacante tendo desvalorizado.

Conforme apontado pelo programa de TV fechada Seleção Sportv, o jogador foi adquirido pelo Corinthians em 2013, quando jogava pelo Milan, por 15 milhões de euros. Na época, o euro estava cotado em R$ 2,6, e, portanto, o Timão pagou algo em torno de R$ 40 milhões.

Passados três anos, o euro está cotado em R$ 4,4. Assim, a oferta de 13,1 milhões de euros do Chelsea representa R$ 58 milhões para o Corinthians. Na moeda europeia, Pato desvalorizou 13,3%; na brasileira, valorizou 45%.

Vale lembrar que o Corinthians aceitou pagar a Pato 40% do valor adquirido em caso de uma eventual venda do atacante. Ou seja, o Timão ficaria com R$ 34,8 milhões, e o jogador, com R$ 23,2 milhões.

Veja Mais:

  • Giovanni Augusto será titular neste domingo

    Giovanni Augusto substitui Jadson para jogo contra Fluminense; veja escalação do Corinthians

    ver detalhes
  • Carille, que definiu a lista dos que viajarão ao Rio, com o preparador Walmir Cruz

    Sem dois titulares, Corinthians divulga lista dos relacionados para viagem ao Rio de Janeiro

    ver detalhes
  • Arana publicou foto com boneco

    Em foto de Arana, Balbuena tira onda e compara volante do Corinthians a Lula Molusco

    ver detalhes
  • Carille foi liberado dos últimos treinos do Corinthians

    Carille é liberado novamente pelo Corinthians, mas viaja ao Rio para jogo de domingo

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes