Malcom revela detalhes de despedida de Gil nos EUA: 'Ele entrou chorando, desesperado'

Malcom revela detalhes de despedida de Gil nos EUA: 'Ele entrou chorando, desesperado'

Por Meu Timão

Malcom e Gil juntos em um dos últimos treinos do zagueiro no Timão

Malcom e Gil juntos em um dos últimos treinos do zagueiro no Timão

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Entre os muitos corinthianos que vão sentir a ausência do zagueiro Gil, um se destaca: o jovem atacante Malcom, que é muito ligado ao defensor. Ainda nos Estados Unidos, o jogador revelou como foi o momento em que Gil foi ao seu quarto se despedir antes de retornar ao Brasil.

"Eu estava dormindo. Ele bateu na porta do quarto, desesperado, chorando, (para dizer) obrigado por tudo. Agradeci a ele e fiquei surpreso. A gente sabia que estava para acontecer (de sair). Fico feliz pela família dele ficando melhor (financeiramente)", declarou Malcom, em entrevista ao UOL Esporte.

"Minha mãe falou com ele também, se emocionou, para mim ele vai ficar no coração para sempre. Ele falou que estava se despedindo, indo embora, e chorando por não poder mais. Só disse obrigado, a gente se emocionou, só tenho a agradecer a ele por tudo. Agora é falar por Whatsapp, Facetime. Acompanhar ele de longe agora", completou o atacante.

Malcom e Gil sempre demonstraram a amizade que existe entre os dois. Para quem acompanha os treinamentos alvinegros todos os dias, é sempre possível ver cenas de brincadeiras entre os dois. A dupla sempre estava junta, conversando, dando risada e brincando um com o outro.

Malcom ainda lembrou que Gil o "primeiro cara" que o acolheu dentro do elenco corinthiano e, por isso, é o exemplo para ele.

"Da mesma forma que ele foi quando vim para cá, que ele seja para os garotos que estiverem lá na China. Que ele seja da mesma forma, é sensacional. O cara era um exemplo para mim, dentro e fora de campo, foi o cara que me acolheu, que me trouxe diante do grupo quando cheguei. Foi o primeiro cara", ressaltou.

"No nosso time todos são importantes, por isso não tem capitão. Mas, para mim, ele era um líder dentro do grupo. É um cara de grupo, que consegue lidar com qualquer tipo de pessoa, humilde ou não. Dá risada e dá dura na hora certa. É um exemplo para nós. Quando eu for mais velho, vou pegar o exemplo dele para fazer com outros garotos o que fez comigo. Às vezes, os garotos ficam meio tímidos e não conseguem treinar. Isso faz o garoto jogar", completou.

No mesmo dia que Gil deixou a concentração nos Estados Unidos, o atacante publicou uma mensagem de despedida em sua conta do Instagram. O zagueiro já assinou com o clube chinês por quatro temporadas. Ele viaja para lá nesta sexta-feira.

Veja Mais:

  • Zagueiro tem 29 jogos pelo Corinthians: 14 vitórias, dez empates e apenas cinco derrotas

    Novo titular, Pedro Henrique 'perdoa' Guerrero e fala grosso: 'Corinthians briga para ser campeão'

    ver detalhes
  • Copa Sul-Americana terá 32 classificados na segunda fase

    Copa Sul-Americana chega a 21 classificados; torneio pode ter até sete campeões da Libertadores

    ver detalhes
  • Léo Santos (à dir.) deixou atividade mais cedo por conta de bolhas nos pés; Paulo Roberto foi testado na zaga

    Zagueiro deixa treino e faz Carille improvisar nesta quinta-feira; veja escalação do Corinthians

    ver detalhes
  • O meia Régis, do Bahia, recebeu elogios do técnico Fábio Carille

    Corinthians prioriza reforço para a zaga, e dispensa indicação por meia do Bahia

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes