Companheiros no Figueirense, Giovanni Augusto torce pela chegada de Clayton

Companheiros no Figueirense, Giovanni Augusto torce pela chegada de Clayton

Por Meu Timão

Autor do gol que selou o empate do Timão com a Ferroviária, Giovanni Augusto concedeu coletiva nesta segunda

Autor do gol que selou o empate do Timão com a Ferroviária, Giovanni Augusto concedeu coletiva nesta segunda

Foto: Meu Timão

Se depender de Giovanni Augusto, o atacante Clayton não terá problemas de adaptação caso aceite a proposta do Corinthians. Após o treinamento desta segunda-feira no CT Joaquim Grava, o meia concedeu entrevista coletiva e falou sobre a oportunidade de voltar a atuar com o jogador de 20 anos, destaque da última edição do Campeonato Brasileiro.

“Ficaria muito feliz se tudo desse certo e ele viesse para o nosso lado. É um amigo, conheço, jogamos juntos (em 2014, no Figueirense) e sei do potencial.”, afirmou Giovanni Augusto. Torcendo pela chegada do atacante, o apoiador revelou que chegou a enviar um recado pelo Whatsao ex-colega sobre o Timão. “Mandei mensagem para ele explicando como funcionam as coisas aqui. Ele tem muito para somar se vier”, acrescentou.

O interesse do Corinthians em Clayton já havia sido confirmado pelo diretor adjunto de futebol Edu Ferreira na última sexta. De acordo com o dirigente, o Alvinegro enviou uma oferta formal pelo jogador ao time catarinense. “O Figueirense sabe da nossa proposta e o empresário, Jorge Machado, do atleta, também. A proposta foi feita, estamos aguardando os próximos dias. Eles sabem nossos valores e sabem também que não será aumentado um real", avisou.

Especula-se que o Timão estaria disposto a desembolsar em torno de 3 milhões de euros (cerca de R$ 13,4 milhões) por 50% dos direitos econômicos de Clayton. No entanto, o Atlético-MG mantém negociações avançadas com o atacante e seu staff. Às 16h desta segunda, o presidente da agremiação de Belo Horizonte, Daniel Nepomuceno, tinha uma reunião agendada com Jorge Machado em Florianópolis para selar a transação.

Ainda sobre o assunto, Giovanni Augusto se colocou a favor da contratação do ex-colega, mas deixou claro que não obteve resposta no WhatsApp. “Ele ainda não respondeu a mensagem, acho que está pensando (risos)”, finalizou.

Veja Mais:

  • Oswaldo defendeu utilização da cor verde em homenagem à Chapecoense

    Oswaldo comenta tragédia da Chapecoense e é mais um a defender cor verde no Corinthians

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians se despediu da Arena no empate por 0 a 0 com o Atlético-PR

    Maior do país, público do Corinthians é duas vezes a média do Brasileirão 2016

    ver detalhes
  • Sala de cabines de TV da Arena passa a ser chamada Lilácio Pereira Jr.

    Corinthians batiza sala de transmissões da Arena em tributo a vítima de acidente

    ver detalhes
  • Golaço de Marlone sobre Cobresal rendeu a ele indicação ao Puskás

    Marlone supera Messi e Neymar e vai à final do Prêmio Puskás da Fifa

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes