Gaviões mantém silêncio e busca respostas antes de posicionamento oficial sobre ataque

10 mil visualizações 46 comentários

Por Meu Timão

Ataque acontece em momento que a organizada se volta contra 'poderosos' do futebol

Ataque acontece em momento que a organizada se volta contra 'poderosos' do futebol

Gaviões da Fiel / Divulgação

A emboscada armada contra membros da alta cúpula da Gaviões da Fiel na última quarta-feira no estacionamento de um supermercado, na Barra Funda, zona oeste de São Paulo, ainda promete dar o que falar. A organizada ainda mantém silêncio sobre o assunto.

Segundo levantamento da reportagem do Meu Timão, os responsáveis pela organizada estão aguardando o calor dos acontecimentos passar e uma melhor apuração dos fatos para então se pronunciarem de forma oficial.

Por enquanto, apenas o advogado que representa a Gaviões falou sobre o ocorrido e afirmou não acreditar que outra torcida tenha sido a responsável pelas agressões.

"Quero deixar bem claro que isso não partiu de nenhuma diretoria das outras torcidas. Pode ter sido uma ovelha (negra), ou uma outra situação", declarou Davi Gebara Neto, em entrevista ao GloboEsporte.com.

A torcida também faz um alerta para a divulgação de material falso, haja vista que um canal de TV reproduziu uma suposta foto de Diguinho e algumas pessoas estão espalhando vídeos e mensagens de áudio sinalizando que o ataque teria partido de uma organizada do São Paulo. A principal torcida do Corinthians afirma que o homem que aparece na tal imagem não é Diguinho.

O ataque aconteceu no fim da tarde dessa quarta-feira. O presidente Rodrigo de Azevedo Lopes Fonseca, o Diguinho, teve seus braços quebrados. Já o primeiro-secretário Cristiano de Morais Souza, o Cris, perdeu vários dentes por conta da agressão.

Os dois membros da Gaviões haviam acabado de sair de uma reunião no Fórum da Barra Funda para tratar se assuntos ligados a torcidas organizadas com o promotor Paulo Castilho. Líderes da Mancha Alviverde e da Independente também estavam no encontro.

Vale lembrar que a Gaviões vem, há pouco mais de um mês, organizando protestos nas ruas e nas arquibancadas contra algumas entidades e autoridades. Rede Globo, Federação Paulista, CBF e o deputado tucano Fernando Capez são os alvos das manifestações da organizada. Os atos vêm ganhando adesão de outras torcidas Brasil afora.

Veja Mais:

  • Pedrinho anota o primeiro gol do Corinthians no Brasileirão Sub-17

    Corinthians supera o Internacional e estreia com vitória no Brasileirão Sub-17

    ver detalhes
  • Corinthians conheceu detalhes de seu último compromisso na fase de grupos do Paulista

    Jogo entre Corinthians e Novorizontino é confirmado à tarde; jogos da rodada serão no mesmo horário

    ver detalhes
  • Camacho em ação contra o Atlético-GO pelo Campeonato Brasileiro do ano passado

    CBF define data e horário para a terceira fase da Copa do Brasil; Corinthians encara o Atlético-GO

    ver detalhes
  • Fábio Carille não esconde incômodo com declaração de Andrés Sanchez

    Carille diz que ficou 'muito chateado' com declaração de Andrés Sanchez: 'Não falo mais com ele'

    ver detalhes
  • Após 12 anos de inúmeros recursos dos dois lados, o Corinthians venceu o ex-jogador Ricardinho na Justiça do Trabalho

    Corinthians vence ex-jogador Ricardinho na Justiça do Trabalho e evita nova perda financeira

    ver detalhes
  • Cauê marcou o segundo gol do Corinthians contra o Huancayo, pela Copa Sul-Americana

    Cauê se torna o segundo jogador do Corinthians mais jovem a fazer gol em um torneio internacional

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x