Jorge Henrique afirma que jogou no limite pela vitória

Jorge Henrique afirma que jogou no limite pela vitória

Por Meu Timão

Jorge Henrique é tímido e não tem o mesmo apelo mercadológico do que outros jogadores do Corinthians. Mas conseguiu conquistar os torcedores. Na noite dessa quarta-feira, o atacante marcou o gol da vitória por 2 a 1 sobre o Bragantino e ouviu o seu nome ser gritado pelo público que estava no Pacaembu antes, durante e após o jogo.

Para Jorge Henrique, os fãs que conquistou no Corinthians admiram a sua força de vontade. O jogador sempre corre bastante em campo, como a torcida corintiana gosta. "Faço isso porque os adversários sempre querem nos surpreender no Pacaembu", disse.

Contra o Bragantino, o cansaço de Jorge Henrique foi maior do que o habitual. "O problema é que ainda estamos na pré-temporada, no começo do ano. Essa foi a minha primeira partida em 2010. Joguei no limite para conseguirmos a vitória", afirmou.

Com a entrada de Iarley no ataque do Corinthians, Jorge Henrique precisará correr ainda mais. O técnico Mano Menezes pediu para o carioca auxiliar na criação de jogadas e na marcação, atuando um pouco mais recuado. "O Jorge pode ser um armador, como foi muitas vezes no ano passado", disse.

"Não me importo com a posição. Procuro sempre ajudar o time, independentemente da função", acatou Jorge Henrique.

Fonte: Terra

Veja Mais:

  • Romarinho anotou cinco gols em cinco jogos contra Palmeiras

    Romarinho manda recado ao elenco do Corinthians antes de clássico contra Palmeiras

    ver detalhes
  • Camisa que será usada na noite desta quarta-feira

    Corinthians divulga imagem do uniforme que será usado contra Palmeiras; confira

    ver detalhes
  • Com Balbuena e Pablo na defesa, Timão tenta derrotar arquirrival dentro de seus domínios

    Corinthians volta à Arena em primeiro teste de Carille contra Palmeiras

    ver detalhes
  • Fiel apoiou Timão no treino pré-Dérbi em Itaquera

    Fiel provoca rival na Arena: 'Você não vive sem a Série B'; assista

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes