Por causa de show, Corinthians enfrenta Palmeiras no Pacaembu

Por causa de show, Corinthians enfrenta Palmeiras no Pacaembu

Por Meu Timão

Pacaembu receberá clássico com mando do Palmeiras

Pacaembu receberá clássico com mando do Palmeiras

Foto: Divulgação

O clássico entre Corinthians e Palmeiras, no próximo dia 3 de abril, previsto inicialmente para o Allianz Parque, foi transferido para o Pacaembu. O motivo é a realização de um show da banda britânica Coldplay no dia 7 de abril no estádio do arquirrival.

O Meu Timão entrou em contato com a assessoria do Palmeiras, que confirmou a informação.

Curiosamente, a mesma turnê do Coldplay também provocou alterações num outro jogo do Timão. No dia 13 de abril, a banda se apresentará no El Campín, casa do colombiano Santa Fe. Assim, o jogo previsto para dia 13 foi adiantado para dia 6.

No que diz respeito ao clássico contra o Palmeiras, o clube tem um acordo com a WTorre no qual a preferência é para eventos musicais em detrimento de partidas de futebol. A empresa, por sua vez, paga uma porcentagem do valor recebido pelo show ao arquirrival do Timão.

Fato é que, no Allianz Parque, o Corinthians segue invicto. Foram dois jogos, com uma vitória corinthiana por 1 a 0 e um empate por 3 a 3.

Veja Mais:

  • Paulo Roberto e Danilo treinaram com bola nesta terça e estão à disposição para pegar Grêmio

    Volta de Paulo Roberto, susto de Pedrinho e possível escalação: o treino do Corinthians

    ver detalhes
  • Corinthians/Audax fez nova vítima da Libertadores feminina: Santa Fe

    Corinthians/Audax vence 'bicho papão' e se classifica com melhor campanha da Libertadores feminina

    ver detalhes
  • Em reedição da final de 2016, Corinthians e Sorocaba se enfrentam pelo título da LPF

    De virada, Corinthians/Unip vence Sorocaba e sai na frente na final da Liga Paulista

    ver detalhes
  • Gabriel está de volta ao Corinthians após cumprir suspensão

    Trio volta, e Corinthians relaciona 24 jogadores para enfrentar Grêmio; veja lista

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes