Finanças melhoram, mas Timão planeja manter política austera com gastos

Finanças melhoram, mas Timão planeja manter política austera com gastos

Por Meu Timão

Pedida salarial de Lucca vai contra nova política financeira do Timão

Pedida salarial de Lucca vai contra nova política financeira do Timão

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Com a saída dos principais jogadores do elenco, o Corinthians conseguiu reduzir consideravelmente a folha salarial do elenco. Mesmo assim, o objetivo é seguir economizando para equilibrar de vez as finanças alvinegras.

No ano passado, a folha salarial do Timão girava em torno de R$ 10 milhões. Atualmente, o valor está na casa dos R$ 7 milhões. O diretor adjunto de futebol, Eduardo Ferreira, explicou o porque da economia.

"A ideia era segurar um pouco, para pôr a casa em ordem, como está acontecendo. A parte financeira melhorou muito. A projeção é de um caixa melhor a partir do meio do ano. Daqui para a frente, vamos pensar em reforçar ainda mais o grupo", declarou, em entrevista ao colunista Jorge Nicola.

Parte da complicação em ter esse "caixa melhor" é a privação do dinheiro das bilheterias da Arena Corinthians. Todo o valor arrecadado vai direto para o fundo que paga as contas do estádio.

"É lógico que seria melhor ter a verba da bilheteria. Isso gera um momento de dificuldade, mas ganhamos o maior e mais bonito patrimônio do Brasil. Não dá para querer tudo. E, lá na frente, quando o estádio estiver pago, ele vai ser uma enorme fonte de receita", completou o diretor.

Por conta dessa decisão de manter a folha salarial mais baixa, alguns problemas estão surgindo. É o caso do atacante Lucca. A pedida do atleta é mais alta do que o que o Corinthians pretende pagar. Os números giram em torno de R$ 300 mil.

"De fato, é um patamar muito alto. Mas temos uma reunião marcada para segunda-feira (amanhã) e conversaremos para chegar a um acerto. Espero que o encontro seja positivo", finalizou Edu.

Veja Mais:

  • Renê Júnior, Zé Rafael e Juninho Capixaba: Corinthians de olho em trio do Bahia

    Novo presidente do Bahia é eleito, e Corinthians deve definir ao menos três negociações

    ver detalhes
  • Ronaldo não tem interesse em trabalhar com futebol no Brasil

    Ronaldo admite apoio a Andrés, mas nega vontade de assumir cargo no Corinthians

    ver detalhes
  • Meia pode ser envolvido em troca por jogadores do atual plantel alvinegro

    Segundo jornalista, Corinthians lidera briga com rivais paulistas por meia do Fluminense

    ver detalhes
  • 7 jogadores emprestados que podem voltar ao Corinthians em 2018

    VÍDEO: 7 jogadores emprestados que podem voltar ao Corinthians em 2018

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes