Jogadores do Corinthians apostam em força da Arena e pedem apoio para a Fiel

2.5 mil visualizações 61 comentários

Por Meu Timão

Com expectativa de casa cheia para o jogo da volta, Corinthians quer usar força da torcida para classificação

Com expectativa de casa cheia para o jogo da volta, Corinthians quer usar força da torcida para classificação

Agência Corinthians

A superioridade do Corinthians jogando em sua Arena foi muito exaltada depois do resultado no estádio Gran Parque Central, em Montevidéu. Com o 0 a 0 no placar, o Timão necessita de uma vitória simples jogando com o apoio de seus torcedores para conquistar a classificação às quartas de final da Libertadores.

Os números conquistados pelo Corinthians como mandante provam o fato e animam ainda mais a Fiel. Com o total de 66 jogos disputados em Itaquera, o Timão sustenta a marca de 50 vitórias no estádio. Além disso, possui apenas quatro derrotas, sendo que a última delas ocorreu em outubro de 2015, quando foi superado pelo Santos por 2 a 1, pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Desde então, o Corinthians não sabe mais o que é perder jogando diante de sua torcida.

Em relação ao jogo da volta, o zagueiro Felipe demonstrou otimismo e projetou um resultado positivo na Arena. “Claro, esse é o nosso objetivo. Dentro de casa a gente impõe um ritmo muito forte também. É chegar na quarta-feira e colocar isso em prática”, falou o camisa 28.

O defensor teve sua opinião compartilhada também pelo lateral Fagner, que destacou a importância do apoio da Fiel. “Temos que trazer a torcida para o nosso lado desde o começo. Ter a paciência do torcedor também. Colocar a bola no chão onde a gente sabe jogar. E competir, porque sabemos que eles vão fazer isso também”, acrescentou Fagner.

O goleiro Cássio, além de demonstrar segurança quanto ao apoio da torcida, ainda ressaltou as melhores condições da Arena, que contribuem para o bom futebol do Corinthians. “Acho que lá vai ter uma atmosfera similar à daqui. A torcida tentou ajudar o Nacional, nossa torcida também ajuda e empurra. Lá é o estádio é maior, cabe mais gente. O gramado é mais diferente. Mas, com todo respeito, vamos tentar fazer um grande jogo e garantir nossa classificação”, comentou o goleiro.

Finalizando, Elias aprovou a atuação em terras uruguaias e pediu a presença da Fiel em prol da classificação. “A equipe se comportou bem. Levamos a decisão para casa e pedimos o apoio do torcedor para buscar a classificação às quartas”, disse o camisa 7.

Corinthians e Nacional voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira (04), também às 21h45, na Arena Corinthians. Quem avançar, encara nas quartas de final o vencedor do confronto entre Boca Juniors e Cerro Porteño.

Veja Mais:

  • Antes da pandemia do novo coronavírus, clube fechou 2019 com déficit de R$ 177 milhões

    Corinthians e outros clube devem ter 'dificuldades de entrar em campo' em 2021, alerta economista

    ver detalhes
  • Por que esses são os corinthianos mais odiados por Palmeiras, São Paulo e Santos?

    VÍDEO: Por que esses são os corinthianos mais odiados por Palmeiras, São Paulo e Santos?

    ver detalhes
  • Volante Ralf foi apresentado no Avaí nesta sexta-feira

    Ralf se diz marcado na história do Corinthians e cita 'página virada' ao vestir camisa do Avaí

    ver detalhes
  • O que ouvimos sobre o novo reforço do Corinthians

    VÍDEO: O que ouvimos sobre o novo reforço do Corinthians

    ver detalhes
  • Corinthians interrompeu as atividades do basquete durante pandemia

    Corinthians replaneja quase 50 modalidades devido à pandemia; maioria não deve ser atingida

    ver detalhes
  • Ex-atacante do Corinthians, Célio Taveira morreu aos 79 anos vítima de Covid-19

    Ex-atacante do Corinthians, Célio Taveira morre vítima do novo coronavírus

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: