Abatido com reserva, Cássio esclarece situação e almeja retorno

Abatido com reserva, Cássio esclarece situação e almeja retorno

Por Meu Timão

Cássio foi titular absoluto nas conquistas corinthianas das últimas temporadas

Cássio foi titular absoluto nas conquistas corinthianas das últimas temporadas

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Fora da equipe titular do Corinthians desde o início do Campeonato Brasileiro, o período do goleiro Cássio no banco de reservas não tem perspectiva para um final. Apesar do status de ídolo e enorme identificação que possui pelo clube, o camisa 12 convive com incertezas quanto ao seu retorno na meta corinthiana, segundo o próprio arqueiro.

Questionado sobre sua ausência na partida diante do Grêmio, quando, inicialmente seria titular e acabou sacado devido a um problema familiar, o goleiro esclareceu a situação. “Eu estava no sul e me disponibilizei, independente de estar no banco ou não. Se o Corinthians precisasse, eu voltaria, jogando ou não, eu voltaria. Mas, pessoal pediu para que eu ficasse lá tranquilamente e assim foi feito”, falou à Rádio Transamérica na saída dos vestiários da Arena.

Já a disposição na partida diante do Vitória, Cássio retornou direto para o banco de reservas, o que causou questionamentos no camisa 12. Na ocasião, o Timão foi derrotado por 3 a 2. Nesta quinta-feira, a manutenção do goleiro Walter teve sequência e Cássio, novamente, viu o timão entre os suplentes, na vitória por 3 a 0 sobre a Ponte Preta. Abatido com a situação, Cássio se manifestou em relação à escolha da comissão técnica.

“De certa maneira eu fiquei chateado, até porque, eu iria jogar contra o Grêmio. E, contra o Vitória, que eu poderia, não joguei. Não que eu não aceitei, mas reconheço que fiquei chateado. Com todo respeito ao Walter, ele jogou muito bem. Mas eu não sou um menino que entrou ontem, eu tenho uma história aqui no Corinthians. Não é por ter perdido minha posição que eu vou me abalar”, acrescentou o camisa 12.

Confiante quanto ao futuro no clube, Cássio revelou seu desejo e prometeu trabalhar em ritmo intenso durante os treinamentos. “O meu objetivo é ficar no Corinthians e recuperar minha posição. No dia-a-dia e nos jogos.Tenho que continuar trabalhando forte para retomar meu posto. A gente nunca sabe o que pode acontecer no futuro. Não sei se pode acontecer alguma coisa mais interessante para o Corinthians ou para mim também, mas o meu foco é permanecer”, finalizou.

Veja Mais:

  • Roberto de Andrade assumiu presidência do Corinthians em fev/2015 e segue até fev/2018

    Conselheiros barram votação do impeachment, e Roberto de Andrade segue presidente do Timão

    ver detalhes
  • Roberto de Andrade concedeu entrevista nesta segunda no Parque São Jorge

    Após se livrar de impeachment, Roberto de Andrade sugere tentativa de golpe no Corinthians

    ver detalhes
  • Rodriguinho deve ser uma das opções para o Corinthians no BR-17

    Corinthians tem Chape e clássicos logo no começo; veja a tabela completa do BR-17

    ver detalhes
  • Patch que será usado pelos jogadores no Dérbi de quarta-feira

    Rivalidade à parte: Corinthians e Palmeiras se unem e usarão logo no clássico

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes